- Publicidade -

Abrantes | Vacinação de pessoal docente e não docente arranca sábado

Tem início este sábado, dia 27 de março, a vacinação do pessoal docente e não docente no Centro de Vacinação Covid-19 de Abrantes, de acordo com as indicações das Autoridades de Saúde. No total, este sábado, irão ser administradas 359 vacinas a pessoal docente e não docente, do pré-escolar e do 1º Ciclo do ensino básico, entre as 9h00 e as 18h00.

- Publicidade -

Nos próximos dias, irá continuar a decorrer a vacinação destes profissionais da área da educação que estão a ser convocados pelo SPMS (Serviços Partilhados do Ministério da Saúde), através de SMS.

Com início há pouco mais de um mês, o plano de vacinação contra a Covid-19 continua a decorrer no Quartel dos Bombeiros da cidade. Desde que se iniciou o processo, e até ao final desta semana, já foram administradas mais de 3.300 vacinas.

- Publicidade -

Em nota de imprensa a Câmara Municipal de Abrantes recorda que “todo o processo de vacinação a decorrer em Abrantes resulta de uma união de esforços entre as Autoridades de Saúde, a Autarquia, as Juntas de Freguesia, os Bombeiros de Abrantes e a Cruz Vermelha, que já asseguraram o transporte de mais de 100 munícipes com dificuldades de deslocação”.

Os beneficiários são contactados diretamente pelos Centros de Saúde, entidades responsáveis pelo agendamento da vacinação.

Atualmente, o Município de Abrantes encontra-se no nível mais baixo de incidência da pandemia, com 20 casos por cada 100 mil habitantes. “Estamos a dar passos importantes neste combate contra a pandemia, mas a luta ainda está longe de estar ganha. Todos temos de continuar com grande sentido de responsabilidade a cumprir com todas as indicações das autoridades”, refere Manuel Jorge Valamatos, presidente da Câmara Municipal de Abrantes.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -