Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Agosto 4, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | USF Francisco de Almeida fechada por caso covid em profissional de saúde (c/audio)

A Unidade de Saúde Familiar D. Francisco de Almeida, no centro da cidade de Abrantes, fechou portas devido a um caso positivo covid-19 num dos profissionais de saúde, disse ao mediotejo.net a diretora executiva do Agrupamento dos Centros de Saúde (ACES) Médio Tejo, Diana Leiria, tendo acrescentado que todos os profissionais vão agora ter de fazer testes de despiste.

- Publicidade -

Segundo a responsável, na quinta-feira foi apurado que “um dos profissionais da equipa da Unidade de Saúde Familiar D. Francisco de Almeida estava infetado por covid-19”, razão pela qual aquele equipamento de saúde foi hoje encerrado de forma provisória, devendo reabrir a meio da próxima semana. Segundo Diana Leiria, os profissionais que ali trabalham “vão todos fazer o teste e até apurar os resultados ninguém pode regressar ao trabalho” naquelas instalações, que vão ser alvo de higienização e desinfeção.

- Publicidade -

Os serviços de atendimento estão a ser prestados com apoio de várias unidades de saúde de Abrantes e Alferrarede, sendo que as consultas programadas menos urgentes foram adiadas. A Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) está a prestar apoio aos casos mais urgentes, podendo ser contactada através do telefone 241330360.

Segundo a diretora executiva do Agrupamento dos Centros de Saúde (ACES) Médio Tejo a USF D. Francisco de Almeida deverá reabrir portas na quarta ou quinta-feira, dia 7 ou 8 de outubro, sendo a única situação em curso em centros de saúde da região.

Fotografia de José Carlos Moura

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome