Abrantes | Uma “árvore cantante” na Biblioteca

Na próxima sexta-feira, dia 10, pelas 18h00, vai realizar-se na Biblioteca Municipal António Botto uma sessão de apresentação do livro “A Árvore Cantante”, de Paulo Alves, obra de ilustração que tem como “cenário” o centro histórico da cidade de Abrantes e conquistou o Prémio Literário do Médio Tejo 2018, na categoria de não-ficção. Nessa tarde será também inaugurada uma exposição com ilustrações do autor, que ficará patente até 22 de fevereiro.

PUB

Paulo Alves, 30 anos, ilustrador e consultor ambiental, é natural de Abrantes, cidade onde vive nos intervalos das viagens que faz pelo mundo a desenhar aves. Numa entrevista ao nosso jornal, no ano passado, contou como nasceu a paixão pelo desenho e pintura e como tem sido possível usar esse dom para trabalhar na área da conservação das espécies.

Paulo Alves em Bogor, ilha de Java: Foto: DR

PUB

Foi em criança, na companhia do seu pai, que desenvolveu uma enorme paixão pela natureza. Aos 12 anos comprou os seus primeiros binóculos e iniciou-se na ornitologia, ou birdwatching.

Ao fascínio pelos seres alados juntou a aptidão para o desenho e, enquanto devorava livros ilustrados pelos seus artistas prediletos, aventurou-se nos primeiros traços a carvão. Só mais tarde usou a cor, tendo a aguarela e o acrílico como técnicas preferenciais.

Esboço de campo, pelo ilustrador Paulo Alves Foto: DR

Um desejo enorme de conhecer o Mundo levou-o à Indonésia. Num trabalho conjunto com a ONG Burung Indonesia realizou ações de sensibilização nas escolas de Halmahera e Sulawesi, usando a Arte como um meio privilegiado para fazer chegar a mensagem conservacionista às crianças.

Navegou os rios e percorreu as florestas do Bornéu buscando as espécies mais raras. Em Java ilustrou espécies endémicas, mais tarde integradas numa exposição comemorativa da biodiversidade do país que o acolheu.

Atualmente, além de lecionar técnicas de pintura num atelier privado, trabalha com uma empresa de consultadoria ambiental envolvida em projetos de conservação e monitorização de aves migradoras em Portugal, Egipto e Djibuti.

PUB
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).