- Publicidade -

Domingo, Dezembro 5, 2021
- Publicidade -

Abrantes | Um 25 de Abril sem festividades ou Sérgio Godinho mas com mensagens em vídeo

A Assembleia da Municipal de Abrantes irá decidir o modelo de comemorações do 25 de Abril, com o presidente a enviar para os líderes dos partidos, com representação naquele órgão, uma sugestão em forma de pedido. António Gomes Mor disse ao mediotejo.net que sugere a realização de um vídeo onde cada líder poderá transmitir uma mensagem aos munícipes. Será a cerimónia evocativa possível em Abrantes devido à pandemia de covid-19.

- Publicidade -

O modelo das comemorações oficiais do 25 de Abril em Abrantes será diferente. As limitações devido à pandemia de covid-19 cancelaram a sessão solene e outros eventos culturais, em momento agendado para ter lugar, este ano, na freguesia de Bemposta, onde todos os partidos com assento na Assembleia Municipal discursariam, bem como o presidente daquele órgão e o presidente da Câmara Municipal de Abrantes.

O Dia da Liberdade será então assinalado através de um curto vídeo que não deve ultrapassar um minuto de duração. Pelo menos esta é a sugestão em forma de pedido que António Gomes Mor, presidente da Assembleia Municipal de Abrantes, disse que iria enviar na sexta-feira aos líderes dos diversos partidos com representação naquele órgão.

- Publicidade -

“Um registo em vídeo com cerca de um minuto através do qual as forças políticas representadas na Assembleia Municipal farão a sua intervenção, transmitindo uma mensagem aos munícipes”, explicou António Mor, acrescentando que o pedido prende-se com a “disponibilidade que tenham para fazer o vídeo nos Paços do Concelho”.

Na lista de festividades agendadas para celebrar o 25 de Abril no concelho de Abrantes, cancelado foi também o concerto do músico Sérgio Godinho que teria lugar no Pego, lembrou na quarta-feira o presidente da Câmara, Manuel Jorge Valamatos, em reunião de executivo.

Quanto à sessão da Assembleia Municipal, prevista também para Bemposta, integrada igualmente nas celebrações de Abril, este ano ocorrerá “previsivelmente no dia 22 de maio por videoconferência”. Sendo certo que a lei permite o adiamento até 30 de junho, “devido às matérias em discussão, em termos formais, que têm de ser deliberadas, pensamos numa sessão extraordinária com pontos específicos de intervenção”, deu conta. O presidente referia-se a matérias com “prazos soberanos” a cumprir, designadamente sobre os transportes escolares e sobre os apoios financeiros às Juntas de Freguesia.

No ano passado, os 45 anos do 25 de Abril de 1974 foram assinalados em Abrantes com um conjunto de atividades realizadas em diversos pontos do concelho, numa organização da Assembleia e da Câmara Municipal e que incluíram uma sessão solene, concertos, teatro e atletismo.

No dia 25 de abril do ano passado, em Mouriscas, realizou-se a cerimónia evocativa da data, durante a sessão extraordinária da Assembleia Municipal, num momento de intervenção política pelos presidentes da Assembleia, da Câmara Municipal e dos representantes de cada força política representada na Assembleia Municipal.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome