Abrantes | Três idosos feridos em incêndio num lar transferidos para Lisboa e Porto

Morreu hoje idosa com queimaduras originadas por incêndio em lar no Rossio. Foto: mediotejo.net

Três dos sete idosos que ficaram hoje feridos com gravidade num incêndio num lar em Rossio ao Sul do Tejo, Abrantes, foram transferidos para unidades hospitalares em Lisboa e Porto, disse fonte do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT).

PUB

“Dos sete feridos que deram entrada no hospital de Abrantes, seis são considerados graves, sendo três deles por queimaduras e outros três por inalação de monóxido de carbono”, disse à Lusa a diretora do serviço de urgência do hospital de Abrantes.

Segundo Ana Rita Cardoso, três feridos graves tiveram de ser transferidos para os hospitais de São Francisco Xavier (Lisboa), São José (Lisboa) e São João (Porto), sendo estas as “situações que inspiram mais cuidados”.

PUB

A diretora do serviço de urgência do hospital de Abrantes acrescentou que uma idosa, com 79 anos, “apresenta um quadro clínico muito grave com 65% a 70% do corpo com queimaduras de 2º e 3º grau”, tendo sido transportada de helicóptero para a unidade de queimados do hospital de São José, em Lisboa.

Segundo aquela responsável, dois idosos, com 78 e 82 anos, foram também transferidos para as unidades hospitalares de São Francisco Xavier e São João, um de helicóptero e um outro de ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV), com “queimaduras nas vias áreas”.

Os restantes quatro idosos, todos com idades entre os 75 e os 89 anos, “estão estabilizados e em observação e vigilância” no serviço de urgência da unidade hospitalar de Abrantes.

Abrantes / A diretora clínica do serviço de urgências do Hospital de Abrantes, Ana Rita Cardoso, faz um ponto de situação sobre os feridos graves, vítimas de um incêndio numa residência para idosos em Rossio ao Sul do Tejo.

Publicado por mediotejo.net em Segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Um incêndio num lar de idosos em Rossio ao Sul do Tejo, em Abrantes, provocou hoje de manhã ferimentos em 18 utentes daquela instituição privada.

O alerta para o incêndio, de causas ainda em investigação, foi dado às 10:27.

Na ocasião, o edifício de piso térreo albergava 18 idosos e três funcionários.

Sete idosos foram transportados ao hospital e 11 utentes foram assistidos no local, devido à inalação de fumos.

Nas operações de socorro estiveram 33 operacionais e 13 viaturas dos bombeiros, uma ambulância de suporte imediato de vida (SIV) de Torres Novas, uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do Hospital de Abrantes, um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e autoridades policiais.

O incêndio foi combatido pelos bombeiros de Abrantes, Vila Nova da Barquinha, Constância, Entroncamento e Sardoal.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here