Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Agosto 4, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

ABRANTES: TAGUSVALLEY representado em dois eventos mundiais de inovação

O TAGUSVALLEY, Tecnopolo do Vale do Tejo, instalado em Abrantes, integrou a comitiva portuguesa da TECPARQUES, que participou recentemente em dois eventos mundiais, um em Barcelona (Espanha), outro em Pequim (China). Conhecer boas práticas e estabelecer as bases para parcerias futuras foram os objetivos da comitiva.

- Publicidade -

O TAGUSVALLEY – Tecnopolo do Vale do Tejo e a restante comitiva da TECPARQUES – Associação Portuguesa de Parques de Ciência e Tecnologia -, participaram no IOT Solutions World Congress Barcelona 2015. Este foi o primeiro Congresso Mundial sobre a Internet das coisas para a Indústria, debatendo as grandes tendências e o papel das empresas e StartUps neste processo, de forma a colocar os Parques de Ciência e Tecnologia (PCT), as suas empresas e os empreendedores na primeira linha.

Durante a estadia em Barcelona, o TAGUSVALLEY participou ainda numa reunião de trabalho da TECPARQUES com a CEO da Rede de PCT da Catalunha (XP_CAT da Catalunha), que se debruçou sobre o processo de relacionamento e intercâmbio internacional das StartUps e Parques de Ciência e Tecnologia portugueses.

- Publicidade -

A dinamização de clusters e polos de competitividade, projetos e candidaturas conjuntas ao Horizonte 2020, internacionalização de PME e StartUps e acordos de softlanding, foram alguns dos temas debatidos pela direção da TECPARQUES, presidida pelo TAGUSVALLEY, com a XP_CAT da Catalunha.

No âmbito das atividades de cooperação internacional, foi ainda realizada uma reunião de trabalho para debater as melhores práticas internacionais com a ACCIO – Agência para a Competitividade das Empresas da Catalunha, uma das principais entidades e de referência nesta temática.

Em Espanha, o TAGUSVALLEY teve, ainda, oportunidade de visitar a 22@Barcelona, uma das mais conhecidas e inovadoras zonas na capital da Catalunha. Este espaço nasceu da transformação de cerca de 200 hectares de uma antiga zona industrial para acolher empresas, projetos inovadores, universidades e diversos negócios de vocação internacional. Até à atualidade já acolheu mais de 7 mil empresas, que empregaram 90 mil funcionários altamente qualificados.

Após Barcelona, a comitiva da TECPARQUES seguiu para Pequim, onde representou Portugal, na 32ª Conferência Mundial de Parques de Ciência e Tecnologia, organizada pela IASP – Associação Internacional dos Parques de Ciência e áreas da Inovação e pelo Parque de Ciência de Zhongguancun.

Esta conferência mundial, que teve por temática as “Novas tecnologias, novas indústrias e novas comunidades”, reuniu incubadoras de base tecnológica, universidades, entidades do sector público, empresas e outros peritos dos PCT e da área de Inovação para promover o networking, oportunidades de cooperação e de negócios e a internacionalização dos parques e das empresas instaladas.

Na China, os responsáveis da TAGUSVALLEY visitaram alguns projetos de ciência e tecnologia no Parque de Ciência de Yanqing (em Pequim), a incubadora de indústrias de alta tecnologia do Parque de Zhongguancun Dongsheng, em Hiadian (norte da China) e a área de desenvolvimento de alta tecnologia do porto de Tianjin. Estas ações junto de entidades chinesas, que atuam na área da inovação e da tecnologia tiveram como objetivo conhecer as boas práticas destas entidades e estabelecer as bases para parcerias futuras.

As diligências do Tecnopolo do Vale do Tejo, no âmbito do projeto INOV.TECH, tiveram como mote a orientação do trabalho do TAGUSVALLEY na Região.

 

 

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome