Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Sábado, Outubro 16, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Abrantes | Tagusvalley recebe projeto de apoio à criação de novas empresas

No âmbito do Projeto Porta 20, e resultado de uma parceria com a Confederação Portuguesa das Micro, Pequenas e Médias Empresas, realiza-se, esta quarta-feira 14 de novembro, às 14h00, no Tagusvalley – Parque Tecnológico do Vale do Tejo, em Alferrarede, Abrantes, um workshop com o propósito de reforçar a cooperação, parcerias e redes de apoio ao empreendedorismo qualificado e criativo, na procura de ideias inovadoras, iniciativas empresariais e na criação de novas empresas.

- Publicidade -

O workshop é uma atividade que pretende levar os participantes a refletir sobre os principais elementos a ter em conta para a constituição de um negócio e as suas principais dificuldades, apresentando como temas principais: O Projeto Porta 20 que tem como objetivo apoiar na definição de um negócio com a atitude certa.

Este é um projeto que pretende criar 20 novas empresas de uma forma sustentável e enquadradas no empreendedorismo qualificado e ainda apoiar 12 outras empresas constituídas há menos de 2 anos, numa perspetiva de reforço e cooperação com parcerias e redes de apoio ao empreendedorismo qualificado e criativo.

- Publicidade -

Nas empresas selecionadas é dado o apoio, a título gratuito, na execução de um plano de negócio e à sua implementação que inclui um auxilio durante 6 meses, bem como a oportunidade em participar num concurso com prémios para as 3 primeiras empresas classificadas.

A participação no workshop é gratuita mas carece de uma inscrição prévia em http://porta20.cppme.pt.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome