Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Novembro 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Tagusvalley apresenta concurso Food Fab Lab na 16ª Feira de Doçaria Tradicional

O Tagusvalley – Parque Tecnológico do Vale do Tejo, apresenta esta sexta-feira a primeira edição do Prémio Food Fab Lab. O concurso, que vai ser lançado na sessão de abertura da 16ª Feira de Doçaria Tradicional de Abrantes, tem a concurso prémios no valor total de 7.300 euros, para a apresentação de novos produtos alimentares, doces ou salgados.

- Publicidade -

Aberto a qualquer pessoa a título individual ou empresa este concurso visa premiar novos produtos que possam dar resposta aos desafios e atuais tendências de consumo. Os produtos serão avaliados em três categorias com a atribuição de prémios pelo seu carater inovador, potencial de mercado e paladar.

Para concorrer, basta preencher o formulário de candidatura disponibilizado presencialmente durante a feira no stand do Inovlinea – Centro de Transferência de tecnologia, ou no site do Tagusvalley até 12 de dezembro para, no dia 16 de dezembro, apresentar o produto para prova sensorial.

- Publicidade -

Tal como o serviço com o mesmo nome disponibilizado no Inovlinea – Centro de Transferência de Tecnologia Alimentar do Tagusvalley, este concurso pretende fomentar o desenvolvimento de novos produtos, catalisar o arranque de projetos de transformação alimentar assim como potenciar a economia e inovação no setor.

O Food Fab Lab é o serviço do Tagusvalley que disponibiliza apoio técnico e a sua unidade de produção licenciada a quem queira desenvolver e produzir produtos alimentares.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome