- Publicidade -

Abrantes | Suspensas operações de busca por idoso desaparecido

Foram suspensos na terça-feira, dia 16 de março, os trabalhos de busca de José António da Conceição Maria, mais conhecido por José Louceiro, que desapareceu na passada terça-feira, dia 9 de março, pelas 14:00. Os intensos trabalhos de busca pela região não surtiram efeito, tendo o idoso sido avistado pela última vez há precisamente uma semana, junto às bombas de combustível do Pingo Doce, em Abrantes.

- Publicidade -

No terreno, além de familiares e populares, estiveram mais de três dezenas de operacionais, divididos em várias equipas, nomeadamente do Serviço Municipal de Proteção Civil, PSP, GNR, Bombeiros e Junta de Freguesia de Abrantes e Alferrarede, incluindo uma Unidade Especial da Polícia, com equipas de drones e equipas cinotécnicas.

Segundo Manuel Jorge Valamatos, Presidente da Câmara Municipal de Abrantes, que acompanhou o processo de buscas, “foram acionados todos os recursos e mecanismos por parte das entidades competentes para encontrar o Sr. José Louceiro”.

- Publicidade -

Todavia, uma semana depois, e na sequência dos resultados infrutíferos, este desaparecimento vai passar para a alçada de outros entidades, como o Ministério Público e a Polícia Judiciária. “A PSP vai manter a vigilância e desenvolver ações pontuais mas a equipa musculada que esteve de forma incansável no terreno tem de desmobilizar, nomeadamente as equipas de drones, cães pisteiros, barcos, GNR”, e outros, afirmou.

No dia do seu desaparecimento, José António da Conceição Maria, de 80 anos e que sofre de Alzheimer, vestia camisa de xadrez verde, calças cinzentas escuras e usava um boné branco.

O Município de Abrantes solicita que caso tenha visto este homem ou tenha alguma informação relevante, contacte de imediato as autoridades:
PSP – 241 360 970
GNR – 241 360 920
Bombeiros de Abrantes – 241 360 670
Junta de Freguesia de Abrantes e Alferrarede – 241 366 223
Serviço Municipal de Proteção Civil – 966 435 739

Dois desaparecimentos no espaço de um ano

Uma operação similar de busca e resgate terrestre de uma idosa decorreu em maio de 2020 em Barrada, freguesia de São Facundo, no concelho de Abrantes. Uma senhora de 86 anos desapareceu de casa e as buscas nos arredores da aldeia com bombeiros, elementos da proteção civil de Abrantes e GNR com cães de busca não obtiveram quaisquer resultados. A senhora vestia de negro e usava um chapéu (panamá) também de cor preta.

Piedade Mourisco, de 86 anos, vivia sozinha em Barrada, localidade que dista cerca de seis quilómetros de São Facundo, a sede de freguesia, onde se deslocava de 15 em 15 dias para ir ao cemitério local.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -