Sexta-feira, Fevereiro 26, 2021
- Publicidade -

Abrantes: SMA obteve certificação de qualidade dos serviços

Os Serviços Municipalizados de Abrantes (SMA) obtiveram recentemente a certificação de qualidade dos seus serviços. O próximo passo é conseguirem a certificação ao nível da segurança e da saúde.

- Publicidade -

A notícia foi avançada pela presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, esta terça-feira, dia 12 de abril, durante a reunião do executivo camarário onde a autarca destacou o empenho dos SMA na obtenção da certificação de qualidade dos seus serviços.

“É uma iniciativa que desde há um tempo a esta parte passou a ser uma obrigação das entidades gestoras, era desde há muito uma aspiração do Município de Abrantes e conseguiu-se agora com o empenho do Conselho de Administração e da equipa técnica, coordenada pela Engª Sandra Rodrigues, este marco que nos enche de satisfação e orgulho”, referiu Maria do Céu Albuquerque durante a reunião de Câmara.

- Publicidade -

Manuel Valamatos, vereador responsável pela área do Ambiente e presidente do Conselho de Administração dos SMA, referiu que “para que seja obtido a certificação da qualidade há uma exigência monstruosa”, dando o exemplo de uma situação, num dia de visita, em que um manómetro de encher pneus das viaturas estava com vidro partido e isso é logo uma desconformidade.

“É tudo visto ao pormenor, desde as pequenas estruturas de captação de água, reservatórios, Estação de Tratamento de Água, os próprios serviços, as oficinas, as estruturas de manutenção dos carros de recolha dos resíduos sólidos e urbanos, que obrigou toda a gente a rever atitudes, estruturas”, referiu Manuel Valamatos acrescentando que “foi um trabalho muito difícil, árduo, de cerca de 100 pessoas que compõem os SMA, foi um trabalho de todos, foi um trabalho muito intensivo durante muitos meses para conseguir esta certificação que é uma mais-valia para todos nós que SMA tenha esta certificação que é obrigatória por Lei mas que tínhamos de a tornar real, passando agora para a área da higiene e segurança, e também ao nível ambiental”.

O presidente do Conselho de Administração dos SMA explicou que “esta certificação da qualidade é feita por empresas que fazem auditorias e que têm competências na área da certificação” e que “implica a análise de um conjunto de parâmetros muito rigorosos”.

Questionado pela vereadora Elza Vitório (PSD), Manuel Valamatos referiu que “este processo da certificação da qualidade já anda nos SMA desde o mandato anterior, há cerca de quatro anos, só que começámos a avançar porque é obrigatória esta certificação até 2018 e como temos outras certificações em curso, queríamos fechar esta certificação da qualidade”.

Na reunião de Câmara de 12 de abril, o vereador e presidente do Conselho de Administração dos SMA, Manuel Valamatos, avançou que agora vão tratar do processo de certificação ao nível da segurança e saúde (Foto: mediotejo.net)
Na reunião de Câmara de 12 de abril, o vereador e presidente do Conselho de Administração dos SMA, Manuel Valamatos, avançou que agora vão tratar do processo de certificação ao nível da segurança e saúde (Foto: mediotejo.net)

“Como se trata de água, embora os serviços tenham acoplado os RSU, é uma forma das pessoas se sentirem mais seguras relativamente a este bem fundamental que consomem. Este processo de certificação de qualidade implica análise a todo o processo de captação, tratamento e distribuição, para além do atendimento e as instalações também fazem parte deste serviço”, esclareceu Manuel Valamatos.

“A certificação não é o fim em si mesmo, é o princípio, é uma metodologia de trabalho que permite tipificar o trabalho para que seja feito sempre da mesma maneira para se atingirem os mesmos resultados”, explicou Maria do Céu Albuquerque que acrescentou que esta certificação de qualidade dos serviços dos SMA “é uma mais-valia muito grande”.

“Daqui a uns dias já teremos uma bandeira à porta dos SMA até porque isto reforça a confiança que os cidadãos têm em nós”, concluiu Manuel Valamatos.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).