- Publicidade -

Domingo, Dezembro 5, 2021
- Publicidade -

Abrantes | Sessão de Assembleia Municipal

A Assembleia Municipal de Abrantes reúne sexta-feira, dia 22 de fevereiro, com início às 14H30, no Edifício Pirâmide, em Abrantes.
Na ordem do dia estão os seguintes pontos:
Informação escrita do Presidente da Câmara Municipal acerca da atividade Municipal;
Transferência de competências para as autarquias locais e para as entidades intermunicipais;
Alteração ao regulamento da estrutura nuclear – aumento em 3 Unidades Orgânicas flexíveis (Divisões);
Procedimento concursal para provimento – Chefe da Divisão de Resíduos Sólidos Urbanos – SMA;
Procedimento pré-contratual para “Fornecimento de energia elétrica para diversas instalações municipais” – assunção de compromisso plurianual;
Procedimento para “Aquisição de Serviços para Fornecimento de Refeições às Escolas de 1º Ciclo e Jardins de Infância do Concelho de Abrantes” – assunção de compromisso plurianual;
Aquisição de serviços de Revisão Legal das Contas do Município de Abrantes – Nomeação do auditor externo;
Moção – Plano Nacional de Investimentos 2030, uma oportunidade perdida, uma promessa incumprida – apresentada pelo PSD;
Moção – Solicitação de esclarecimentos sobre a efetiva localização de ponte sobre o Rio Tejo entre Abrantes e Constância – apresentada pelo PSD;
Moção – Proposta de Recomendação – Por um Município de Abrantes mais amigo dos invisuais e dos daltónicos – apresentada pelo PSD;
Moção – ARU – apresentada pelo eleito do MIFRM – Movimento Independente Freguesia de Rio de Moinhos.
Intervenção dos Cidadãos.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome