Terça-feira, Março 2, 2021
- Publicidade -

Abrantes | Serviços do Município disponíveis em aplicação de telemóvel

A aplicação para telemóvel ‘Abrantes 360 Mobile’ já está disponível para download, de forma gratuita, nas lojas Android e Apple, onde o utilizador pode, através do seu telemóvel, por exemplo, consultar o estado de processos submetidos, dar a leitura da água ou participar ocorrências na via pública. Permite ainda denunciar problemas de violência doméstica 24h/7 dias por semana, através de um “botão de pânico”.

- Publicidade -

Uma aplicação que segundo a Câmara Municipal de Abrantes “reforça a proximidade dos cidadãos aos serviços da Autarquia” lê-se em nota de imprensa.

A Abrantes 360 Mobile pretende “simplificar a vida dos cidadãos e evitar que se desloquem fisicamente aos serviços da Câmara, promovendo cada vez mais o acesso aos diversos serviços”.

- Publicidade -

Para o presidente da Câmara, Manuel Jorge Valamatos, a APP Abrantes 360 Mobile “é uma mais valia para os cidadãos e vai ao encontro das intenções da autarquia de aproximar cada vez mais os munícipes aos serviços municipais. Não queremos deixar ninguém para trás”.

Para usufruir de todos os serviços disponibilizados, o utilizador terá de se registar, fornecendo os seus dados de identificação e de contacto, tomar conhecimento dos termos e condições de utilização da plataforma, que deverá assinar e enviar, à semelhança do que já acontece com a versão web do Abrantes360.

Ao registar-se, o utilizador beneficia de um acesso integrado aos serviços online do Município. Quem já se encontra registado, não necessita de o fazer, basta fazer o download da Aplicação. Esta é uma Aplicação que está em constante evolução com a inclusão de novos serviços de apoio à comunidade, à medida que forem surgindo novas necessidades.

Serviços disponíveis:

Serviço de denúncia de violência doméstica – Neste contexto de pandemia, em que as vítimas de violência doméstica estão mais expostas aos riscos, a APP Abrantes 360 Mobile dispõe de um serviço que permite acionar um “botão de pânico”, disponível 24 horas por dia, sete dias da semana, servindo não só para as vítimas, mas também para quem queira denunciar casos de violência doméstica.

Consumos e faturação da água  – Através desta ferramenta, o cidadão consegue consultar, através do seu telemóvel, os consumos e faturação da água, da mesma forma que pode enviar as leituras; pode também fazer a renovação de documentos da Biblioteca; permite fazer o pedido de informações e esclarecimentos, bem como a marcação de audiências; fazer a candidatura à utilização de autocarros municipais e a reserva de espaços municipais, como por exemplo, os campos de padel.

Processos entregues na Câmara – Os utilizadores da APP Abrantes 360 Mobile podem ainda aceder à lista dos seus processos submetidos à autarquia, podendo consultar a data de submissão, o estado, o número do processo e o assunto, podendo ainda enviar mensagem para o serviço de atendimento, sem necessidade de se deslocar fisicamente aos serviços.

Serviço de Ocorrências – Outra das facilidades da aplicação é o Serviço de Ocorrências onde o munícipe pode comunicar situações/problemas que necessitem da intervenção do Município, através do preenchimento de um simples formulário onde é indicada a situação e o local.

Transmissões em direto das reuniões de Câmara e sessões da Assembleia Municipal – Através da APP, o munícipe pode ainda aceder às transmissões em direto das reuniões de Câmara e sessões da Assembleia Municipal, consultar notícias e eventos da responsabilidade do Município, bem como informação sobre o risco de incêndio no concelho de Abrantes, a temperatura e informação relacionada com queimadas ou fogos.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).