Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Setembro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes: Secretário de Estado enaltece Casais de Revelhos em inauguração de Memorial aos Combatentes

Um memorial aos antigos Combatentes foi inaugurado este sábado, dia 16 de abril, na aldeia de Casais de Revelhos, em Abrantes, uma iniciativa da população, através das coletividades Sociedade Recreativa Pró-Casais de Revelhos e Grupo de Amigos da Aldeia de Casais de Revelhos.

- Publicidade -

À iniciativa da sociedade civil, juntaram-se as entidades políticas e militares da região de Abrantes, entre elas a presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, natural de Casais de Revelhos, o presidente da União de Freguesias de Abrantes, Bruno Tomás, o presidente do Núcleo de Abrantes da Liga dos Combatentes, Sérgio Matos, entre outras individualidades, com destaque para o secretário de Estado da Defesa, Marcos Perestrello, em momento de grande simbolismo e que tinha como grande objetivo homenagear os cerca de 80 antigos Combatentes no Ultramar naturais daquela aldeia, em especial os quatro que faleceram ao serviço da Pátria.

CASAIS1O governante destacou que aquele momento simbolizou “uma homenagem à pátria”, tendo feito notar que “Portugal deve aos combatentes a estabilidade dos seus territórios”. Marcos Perestrello disse ainda que reconhecer que este país pediu aos seus combatentes grandes esforços” e que população de Casais de Revelhos “não os pode esquecer”, tendo destacado ainda a necessidade de “incentivar a juventude a servir o país”.

- Publicidade -

Em declarações à Antena Livre, Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Abrantes e natural de Casais de Revelhos, congratulou-se pelo dinamismo da população aldeia de onde é natural e por se ter organizado em prol de uma causa tão nobre.

CASAIS2“Foi com um gosto imenso que me juntei à minha comunidade nesta homenagem tão justa, para aqueles que deixaram a nossa terra para lutar pelo nosso país, por aqueles que perderam a vida, mas também por aqueles que estão vivos, que têm sequelas de guerra muito fortes. E a todas as famílias, porque se as guerras marcam a vida dos combatentes, têm também um peso muito grande na vida familiar”.

A autarca disse ainda que a presença do secretário de Estado da Defesa “deu um caráter mais institucional à mobilização da sociedade civil”, tendo destacado que a comunidade de Casais de Revelhos “merece o nosso respeito e carinho porque mostrou que é uma comunidade muito viça e com gente muito dinâmica que não se esquece dos seus”.

O programa teve início na Igreja de Casais Revelhos, com uma missa de homenagem aos antigos combatentes e em memória dos falecidos na chamada guerra do Ultramar, ao que se seguiu a inauguração do memorial e da exposição de fotografia “A nossa guerra”, na sede da Sociedade Recreativa Pró-Casais de Revelhos.

ABT2A cerimónia teve como objetivo homenagear os cerca de 80 antigos combatentes no Ultramar naturais da localidade, em especial os quatro que faleceram ao serviço da Pátria: Carlos Aparício Oliveira, José Conceição Afonso, Gilberto Jesus Ribeiro e António Gil Chambel.

Fotos: CM Abrantes e JMC

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome