Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Domingo, Novembro 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Abrantes | São Miguel do Rio Torto e uma “nova era” em qualidade de vida (C/VIDEO)

A freguesia de São Miguel do Rio Torto entra este sábado numa nova era em termos de qualidade de vida, graças à concretização de obras há muito desejadas pela comunidade, (Praça Central renovada e um novo Polidesportivo na Casa do Povo) e que mecenas, empresários e população dão agora corpo, através da angariação de uma verba na ordem dos 570 mil euros.

- Publicidade -

A Praça Eduardo Catroga e o Ringue Polidesportivo de São Miguel do Rio Torto vão ser inaugurados este sábado, dia 7 de abril, com várias iniciativas e festejos, em cerimónia que vai ser presidida pelo secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, presidente da CM Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, entre outras entidades.

As obras de requalificação e que pintam o futuro da aldeia foram alvo de uma visita guiada ao mediotejo.net no verão de 2017 por Luís Alves, presidente da União de Freguesias de São Miguel e Rossio ao Sul do Tejo, e Manuel Cabaço, presidente da direção da Casa do Povo de São Miguel (ver video), e que hoje recuperamos.

- Publicidade -

São Miguel l Praça central e polidesportivo em obra de 400 mil euros

Publicado por mediotejo.net em Segunda-feira, 29 de Maio de 2017

O presidente da União de Freguesias, Luís Alves, traz no rosto a alegria estampada de quem concretiza um sonho da comunidade que representa: a renovação da Praça central da aldeia, o cartão de visita das gentes de São Miguel. “Em setembro inauguramos as duas obras em conjunto e vai haver festa rija”, prometeu, na ocasião. Não haveria de ser em setembro, mas será em março. Com festa rija, como prometido na ocasião.

Manuel Cabaço, presidente da Casa do Povo, vê o espólio da instituição fundada em janeiro de 1934 aumentar consideravelmente, devido à aquisição de terrenos para a instalação de um moderno polidesportivo, e não esconde a importância do equipamento para a prática desportiva das gentes da freguesia e da renovação de público à vetusta instituição.

O presidente da União de Freguesias, Luís Alves, e Manuel Cabaço, presidente da Casa do Povo. Foto. mediotejo.net

Por detrás destes dois homens está uma equipa, mais ou menos anónima, composta por mecenas, empresários e população. E a Comissão de Melhoramentos, composta por Luís Alves (Junta de Freguesia), Manuel Cabaço (Casa do Povo), Nascimento Cardoso e Eduardo Catroga, este último ex-ministro e natural de São Miguel do Rio Torto, e que contribuiu com a fatia mais significativa do investimento para a sua terra natal.

Também a Câmara Municipal de Abrantes decidiu apoiar financeiramente a obra de requalificação da Praça Central de São Miguel do Rio Torto com uma verba de 73.310 euros. A obra está orçamentada em mais de 230 mil euros. O apoio autárquico será destinado à introdução de arborização, pavimentação, instalação de equipamentos de recreio e lazer (bancos, parque infantil e “ginásio” ao ar livre) e instalações sanitárias públicas.

Além disso, a autarquia vai apoiar a Casa do Povo na construção de um ringue polidesportivo, com uma verba de 35.880 euros (o total do investimento é superior a 156 mil euros). A construção deste recinto desportivo tornou-se mais premente, uma vez que a requalificação da praça de São Miguel obrigou à demolição do ringue aí existente.

As verbas de investimento previstas foram, entretanto, ultrapassadas, tendo os dois projetos resultado num investimento global total na ordem dos 570 mil euros.

Neste âmbito, a autarquia procedeu a um acordo de colaboração com a Casa do Povo de S. Miguel do Rio Torto, entendendo que se trata de “um elemento da rede concelhia de equipamentos de recreio e lazer e porque importa continuar a proporcionar a existência deste tipo de espaços em zonas rurais, com interesse para a comunidade local”, apoiando a concretização do projeto.

Apesar de algum atraso na construção do polidesportivo, devido ao aparecimento de diversas linhas de água, as gentes de São Miguel estão com data marcada no calendário para festejar a inauguração dos dois equipamentos. Este sábado, todos querem brindar à qualidade de vida na aldeia.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome