Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Outubro 20, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Romaria da Senhora dos Matos cumpre tradição em Mouriscas

A romaria de Nossa Senhora dos Matos cumpre mais um ano de tradição, esta quarta-feira, 15 de agosto, em Mouriscas, no concelho de Abrantes, com as famílias a juntarem-se pelo mato em piqueniques antes da celebração religiosa na capela que recebe missa às 15h30.

- Publicidade -

Cumprindo a tradição, ainda hoje os mourisquenses consagram devoção à Nossa Senhora dos Matos e religiosamente, no dia 15 de agosto, rumam à capelinha do século XVII, que recentemente sofreu obras de conservação, localizada entre matos e pinheiros lá para os lados da Fonte dos Amores, naquele que é o único monumento histórico de Mouriscas.

Capela de Nossa Senhora dos Matos, Mouriscas. Créditos: direitos reservados

- Publicidade -

Sendo um dos pontos altos dos festejos, a romaria insere-se na XXVI Feira Mostra de Artesanato de Gastronomia de Mouriscas, a decorrer no Campo das Aldeias (campo de futebol), nesta edição de 2018 até 18 de agosto, as tradicionais festas populares com divulgação de artesanato, gastronomia e animação musical.

A destacar ainda o passeio ‘Chapa Amarela’, pelas 08h00 do dia 15, organizado pela associação Os Mouriscos, e o Festival Nacional de Folclore, no último dia (18), às 21h00, para apresentar os usos e costumes da terra num regresso ao passado, até 1920, numa iniciativa do grupo etnográfico Os Esparteiros. A encerrar a Feira Mostra, concerto com Pedro Melão.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome