- Publicidade -
Segunda-feira, Janeiro 24, 2022
- Publicidade -

Abrantes | Quatro máquinas para desinfeção de mãos instaladas em espaços públicos

Quatro máquinas para desinfeção de mãos foram esta quarta-feira instaladas em espaços públicos na cidade de Abrantes. O ‘Alcoolmatic’ está disponível da Loja de Cidadão, no edifício do atendimento geral da Câmara Municipal de Abrantes, no edifício Falcão (ambos localizados na Praça Raimundo Soares) e nos SMA – Serviços Municipalizados.

- Publicidade -

O processo de funcionamento é simples e resume-se à aplicação da tecnologia da higiene industrial, neste caso, às mãos. A máquina é fabricada em aço inox, com um peso de 25 quilogramas, com um depósito com capacidade para quatro litros de solução hidroalcoólica que dá para duas mil desinfeções. Com funcionamento automático através de sensor de proximidade, não é necessário tocar no equipamento, apenas colocar as mãos no dispensador sendo o produto desinfetante aplicado através de aspersores de nebulização.

Esta iniciativa deve-se a uma parceria estabelecida entre a Câmara de Abrantes e a empresa H.JDP Alimentar Unipessoal Lda., com sede no Tagusvalley, em Alferrarede, e que tem fábrica na zona industrial de Montalvo, no concelho vizinho de Constância.

- Publicidade -

Tal como o jornal mediotejo.net noticiou, esta unidade fabril especializada no fabrico de máquinas e equipamentos para a indústria alimentar está no mercado desde março de 2016, e, segundo o Município, tem “vários postos de trabalhos apoiados pela Câmara de Abrantes ao abrigo do programa de apoio à criação de emprego qualificado no Tecnopolo”.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome