Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Setembro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | PS lembra que é “o único a concorrer a todos os órgãos” autárquicos e pede vitória “robusta” (c/áudio)

O Partido Socialista de Abrantes pediu um sinal de confiança aos eleitores abrantinos apelando a que se desloquem às urnas no dia 26 de setembro para dar uma “vitória clara e robusta” ao seu projeto e às suas equipas, tendo Manuel Jorge Valamatos colocado a fasquia na eleição de seis vereadores, contra os atuais cinco eleitos em 2017. O atual presidente e candidato à Câmara Municipal apresentou duas caras novas para a vereação, tendo feito notar que o PS é o único partido que se apresenta em Abrantes a todos os órgãos autárquicos e com o número máximo de candidatos em todas as listas.

- Publicidade -

A Estação de Canoagem de Alvega foi o palco da cerimónia de apresentação das listas do Partido Socialista à Câmara Municipal e Assembleia Municipal de Abrantes, tendo-se destacado os nomes de Raquel Olhicas, enfermeira especialista, no lugar número cinco à vereação, logo em lugar elegível, e o de Nuno Gomes, professor, em sexto lugar, uma eleição que significaria a tal “vitória clara, robusta e consistente” que o atual autarca pediu para “fazer Abrantes valer mais”, numa alusão ao lema da campanha, “Abrantes Vale Mais”.

Mensagem que o atual presidente, e candidato pela primeira vez como cabeça de lista à Câmara Municipal, pediu aos presentes para transportarem consigo e fazerem passar, numa discurso de confiança na renovação de mandato socialista em Abrantes que assenta numa renovação das listas para um “projeto a 10 anos” e que se fez notar, não só na equipa do eventual futuro executivo, como na própria Assembleia Municipal.

Manuel Jorge Valamatos, atual presidente e candidato do PS à Câmara Municipal de Abrantes. Foto: PS

A par das novidades que foram os nomes de Raquel Olhicas e de Nuno Gomes, Manuel Jorge Valamatos mantém o núcleo duro da atual vereação, contando com João Gomes, Celeste Simão e Luís Dias nos lugares cimeiros da lista candidata.

Paula Grijó surge em 7º lugar e irá continuar a trabalhar em prol de Abrantes, disse o candidato do PS relativamente à atual vereadora que é também a presidente do Tecnopolo do Vale do Tejo, e para onde deverá direcionar a sua total atenção, tendo em conta os projetos que para ali estão perspetivados.

A equipa dos primeiros sete candidatos à Câmara Municipal de Abrantes. Foto: mediotejo.net

Na sua intervenção, Manuel Jorge Valamatos falou sobre a equipa e o projeto com que se vai apresentar aos abrantinos, “suportado na confiança e competência que esta equipa tem demonstrado ao longo dos últimos anos”, projeto que será apresentado em data a anunciar.

“Estamos num tempo de grande exigência, mas isso obriga-nos a ter muita inteligência. Obviamente, que a nossa experiência e o nosso conhecimento colocam-nos numa posição de grande responsabilidade”, afirmou, apontando de seguida às “oportunidades que decorrem do Plano de Recuperação e Resiliência, Portugal 2030, o Fundo de Transição Justa, e um conjunto de instrumentos e quadros de apoio comunitário decisivos e que têm de estar disponíveis para os nossos territórios”.

Num discurso emotivo e galvanizador, ao estilo muito próprio do candidato, Manuel Jorge Valamatos reiterou que “o Partido Socialista está a concorrer a todos os órgãos autárquicos, preenchendo todas as suas listas”, apontando a uma “vitória consistente porque há muito trabalho à nossa frente”.

ÁUDIO | MANUEL JORGE VALAMATOS, CANDIDATO PS À CM ABRANTES:

Na lista à Câmara Municipal destaca-se assim a continuidade do atual executivo composto por Manuel Jorge Valamatos, João Gomes, Celeste Simão, Luís Dias e Paula Grijó, a que se somam dois novos elementos: Raquel Olhicas, enfermeira especialista que assumiu a coordenação do Centro de Vacinação Covid-19 de Abrantes, e Nuno Gomes, professor de educação física, com um percurso ligado à formação desportiva de jovens e adultos.

Ricardo Aparício, Presidente da Comissão Política Concelhia do Partido Socialista de Abrantes, foi o primeiro a discursar no final de tarde de quinta-feira e reforçou a “escolha criteriosa de homem e mulheres que ao longo das suas vidas pessoais e profissionais demonstraram ter o perfil necessário e a vontade para abraçarem este desafio. Muitos, a grande parte, não são militantes do Partido Socialista, mas estão alinhados com a nossa matriz de pensamento. Esta matriz que nos norteia, de trabalhar e servir Abrantes e a sua comunidade da melhor forma possível.”

José Felício, recandidato a Presidente da Junta de Alvega e Concavada, salientou “que cada vez mais ser Presidente de Junta é um trabalho de equipa que exige muito trabalho e dedicação de todos.”

Alexandra Simão, líder da Juventude Socialista de Abrantes, por sua vez, afirmou estar “perante homens e mulheres que aceitaram desafiar-se naquilo que é decidir o futuro da vida das pessoas e sabemos o quão difícil é sair da zona de conforto e ser-se ousado. E porque é de pessoas que falamos aqui, deixem-me dizer-vos que é com muita emoção, mas também com grande sentido de responsabilidade e compromisso que hoje vejo que os jovens também vão ocupar um lugar neste nosso exercício da democracia”.

De seguida usou da palavra, António Mor, decano dos eleitos autárquicos socialistas (tomou posse como vereador em janeiro de 1977, lembrou o recandidato à Presidência da Assembleia Municipal), vincando a necessidade de “estarmos à altura de perceber e de sermos capazes de construir todos os desafios que se nos colocam e todos os propósitos eleitorais que pretendemos que sejam realidade no nosso concelho, contribuindo para o desenvolvimento do Médio Tejo e do País”, num “propósito de mão na mão fazermos o amanhã que desejamos.”

As eleições autárquicas estão agendadas para o próximo dia 26 de setembro.

Candidatos à Câmara Municipal de Abrantes. Foto: PS

Candidatos do PS à Câmara Municipal de Abrantes (7+3):

Manuel Jorge Valamatos, João Caseiro Gomes, Celeste Riachos Simão, Luís Filipe Dias, Helena Raquel Olhicas, Nuno Silva Gomes e Ana Paula Grijó. A estes sete candidatos, número total de elementos a eleger para o executivo, foram ainda apresentados os nomes David Ferreira, Afonso Costa e Joana Maia, num total de 10 elementos.

Candidatos à Assembleia Municipal de Abrantes. Foto: PS

Candidatos do PS à Assembleia Municipal de Abrantes (21+9):

António Lucas Gomes Mor, 72 anos, Consultor, Manuel Duarte dos Santos, 77 anos, Conservador Aposentado, Isilda Santos Alves Jana, 63 anos, Professora, Paulo Manuel Marques Lourenço, 60 anos, Advogado, Maria da Piedade Dias Fernandes Pinto, 55 anos, Enfermeira, António Rui Emídio Pratas Veiga, 53 anos, Operador de Processo de Produção de Energia, Tiago André Lopes Chambel, 32 anos, Assistente Técnico, Alexandra Maria Riachos Simão, 27 anos, Psicóloga Clínica, Sérgio Paulo dos Reis Lopes, 48 anos, Operador Coordenador, Paulo Alexandre Couto Teixeira dos Santos, 41 anos, Assessor executivo, Ana Margarida Paiva Antunes de Carvalho, 37 anos, Enfermeira, Tiago Miguel Gaudêncio Dias Ricardo, 19 anos, Estudante, Rui Miguel Marcão Gonçalves, 50 anos, Distribuidor, Sandra Maria do Carmo Dias, 45 anos, Técnica Superior, Diogo Miguel Pinto Pereira, 31 anos, Engenheiro civil, Helder António Silva, Jacinto, 50 anos, Técnico Emergência Pré-Hospitalar INEM, Joana Andreia dos Reis Teixeira, 33 anos, Instrutora de Fitness e Personal Trainer, Benjamim Marques Filipe, 57 anos, Enfermeiro Vitor Hugo Braz Vicente Cardoso, 60 anos, Empresário, Cláudia Garcia Barreiro, 40 anos, Técnica de Controlo de Qualidade, Adriana Sofia Casteleiro Orvalho, 30 anos, Desempregada.

Suplentes:

António Martins Campos, 70 anos, Reformado, Fernando Neto Alpalhão, 56 anos, Gerente Comercial, Elisabete Aragão Furtado Pereira, 65 anos, Trabalhadora Independente, Jorge Manuel do Carmo Beirão, 66 anos, Professor Aposentado, Ana Maria Antunes Braz, 57 anos, Solicitadora, Ana Margarida Lopes Pedro, 30 anos, Administrativa, João Manuel Alves Lobato, 59 anos, Inspetor da Autoridade para as Condições do Trabalho, Matilde Dias de Jesus, 33 anos, Técnica Superior de Gestão, e Maria de Fátima Vicente Ferreira Chambel, 71 anos, Professora Aposentada.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome