Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Setembro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Projeto de requalificação de Escola de Alvega aprovado por unanimidade

O projeto referente à empreitada de requalificação da Escola de Alvega, que irá ser lançada em breve, apresenta um preço base de 441.822,42 euros e foi aprovado por unanimidade em reunião de Câmara de Abrantes Extraordinária.

- Publicidade -

Para o presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos (PS), a intervenção na Escola de Alvega “é muito importante para que os alunos desta escola tenham as mesmas condições que os restantes alunos do Concelho porque todos os nossos alunos são iguais e temos de olhar para todos da mesma maneira”.

Com um prazo de execução de 180 dias, a intervenção irá incidir ao nível da fachada, com pinturas e substituição de toda a caixilharia de forma a melhorar o comportamento térmico do edifício; a criação de acessibilidade para mobilidade reduzida, com a construção de duas rampas (uma na entrada principal do edifício e a outra de acesso a sala polivalente no piso -1).

- Publicidade -

Projeto de requalificação da Escola Básica de Alvega. Créditos: mediotejo.net

No piso -1 da escola será criada uma sala polivalente, que servirá para eventos ou para atividade física no interior, em caso de condições climatéricas adversas; os anexos existentes serão transformados em balneários e zona de sanitários de apoio ao espaço exterior, com a retirada da cobertura de amianto.

No piso 0, vai ser criada uma instalação sanitária para mobilidade condicionada; o refeitório e copa irão passar para este piso de entrada, cumprindo todos os requisitos técnicos; haverá uma sala de atividades para o pré-escolar; a par com a sala de professores e a sala dedicada ao pessoal não-docente.

Já no piso 1, todas as instalações sanitárias vão ser remodeladas e ampliadas. Serão instaladas salas de aula, uma sala polivalente, a Biblioteca/Centro de Recursos e o Gabinete de Coordenação.

Projeto de requalificação da Escola Básica de Alvega. Créditos: mediotejo.net

No âmbito desta intervenção, vão ainda ser substituídos todos os pavimentos de circulação.

“Nós temos uma escola em Alvega e não queremos que os nossos alunos da zona de Alvega vão estudar para outro Concelho porque a sua escola não tem condições, e este é o nosso trabalho e a nossa responsabilidade”, disse o presidente da Câmara, Manuel Jorge Valamatos, reforçando a ideia de “criar no nosso concelho as melhores condições para que os nossos alunos possam frequentar a escola com dignidade”.

Do lado da oposição, o vereador eleito pelo BE votou a favor do projeto de requalificação da Escola EB /JI de Alvega “porque é uma urgência tal o estado de degradação das instalações como indicia o levantamento que deu origem a esta proposta de intervenção”.

Projeto de requalificação da Escola Básica de Alvega. Créditos: mediotejo.net

No entanto, Armindo Silveira esclareceu que “esta não seria a opção do Bloco de Esquerda pois além deste edifício estar situado em leito de cheia com todos os perigos que daí podem advir, a sua estrutura não permite intervenções relevantes que possam servir de atrativo a que as famílias ‘tragam de volta’ as inúmeras crianças da UF de Alvega e Concavada que estudam fora do Concelho de Abrantes pelo que o encerramento da EB1/JI de Alvega será apenas uma questão de tempo”, considera.

Lembrando que o Partido Socialista incluiu “no seu programa autárquico de 2013 a construção do Centro Escolar de Alvega” disse que o executivo não cumpriu essa proposta e em 2017 “desistiu da mesma com claro prejuízo para as gentes da UF de Alvega e Concavada”.

O BE defende a “construção de uma escola moderna de raiz” na União de Freguesias de Alvega e Concavada “como forma de valorizar este território contribuindo para uma necessário e eficaz rede de serviços públicos como uma das formas primordiais para inverter o êxodo e fixar populações”.

Projeto de requalificação da Escola Básica de Alvega. Créditos: mediotejo.net

Após a leitura da declaração de voto, Manuel Jorge Valamatos perguntou a Armindo Silveira qual era a proposta do BE relativamente ao atual edifício da Escola mas o vereador do BE recusou pronunciar-se sobre essa decisão.

Por seu lado, o vereador Rui Santos (PSD) manifestando-se satisfeito com a requalificação da escola de Alvega, disse defender essa requalificação há anos e lembrou que tal proposta tem constado do programa eleitoral do Partido Social Democrata.

A Escola EB1/JI de Alvega é atualmente frequentada por 69 alunos, dos quais 44 são do 1º Ciclo e 25 do Jardim de Infância, num total de três turmas (duas de 1º Ciclo e uma de Jardim de Infância).

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome