Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Sexta-feira, Setembro 17, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Abrantes | Presidente da Câmara acena a industriais de todo o país para condições de investimento no concelho (C/AUDIO)

O presidente da Câmara de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, aproveitou a oportunidade de discursar perante as largas dezenas de industriais de todo o país que marcaram presença em Tramagal, na tomada de posse dos órgãos sociais da Associação Industrial Portuguesa (AIP), para ‘vender’ Abrantes como destino de excelência para realizarem os seus investimentos, tendo feito notar que o concelho é líder das exportações no Médio Tejo, com as empresas instaladas a serem responsáveis por um volume de negócios na casa dos mil milhões de euros.

- Publicidade -

“Abrantes possui uma forte cultura industrial e tecnológica”, começou por referir o autarca na sua intervenção no museu MDF, onde decorreu no dia 17 de outubro a cerimónia que empossou José Eduardo Carvalho para um novo mandato de quatro anos à frente da AIP, enumerando as empresas instaladas nos parques industriais de Abrantes, Pego e Tramagal ao nível da indústria automóvel, metalurgia, metalomecânica, agroindustrial e áreas emergentes, tendo feito notar que a cidade “está no centro do país, e com excelentes acessibilidades”.

“Estamos a uma hora e meia de Lisboa, a duas horas do Porto e de Espanha, a uma hora do mar e a uma hora e meia da neve. Só nos falta mesmo aqui a ponte para nos aproximar mais do Alentejo”, notou.

- Publicidade -

Discursando perante cerca de uma centena de industriais de norte a sul do país, na qualidade de anfitrião da cerimónia, Manuel Valamatos aproveitou os seus cerca de quatro minutos de discurso para fazer passar a mensagem das condições de atratividade para o investimento, tendo destacado os “excelentes parques e áreas industriais em Abrantes, quer no Pego, quer em Tramagal, um vasto programa de incentivos à instalação de empresas”, a par da “isenção de derrama, IMI, IMT, e taxas municipais”, e ainda o Tagusvalley, o Parque Tecnológico do Vale do Tejo.

“Em termos de exportações”, notou, “em 2017 Abrantes foi mais uma vez líder no conjunto de exportações do Médio Tejo”, com um volume de negócios que situou na casa dos “mil milhões de euros”, tendo destacado os setores industriais transformadores.

“Termino com a esperança de ter vendido bem Abrantes neste curto espaço de tempo”, rematou Manuel Valamatos, agradecendo a escolha da cila metalúrgica de Tramagal para a sessão da tomada de posse dos novos órgãos sociais da AIP.

A cerimónia de tomada de posse dos órgãos sociais da AIP decorreu no Museu da Metalúrgica Duarte Ferreira, no Tramagal, concelho de Abrantes, tendo sido convidados a usar da palavra Maria do Céu Albuquerque (ex-presidente da Câmara de Abrantes e nova ministra da Agricultura) a par de Eurico Brilhante Dias, na qualidade de secretários de Estado do Desenvolvimento Regional e da Internacionalização, respetivamente.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome