Abrantes: Pré-hospitalar é a grande parte do trabalho dos bombeiros

O pré-hospitalar é o serviço que ocupa grande parte do dia-a-dia dos Bombeiros Voluntários de Abrantes, com uma média de cerca de 15 ocorrências por dia, informou João Furtado, presidente da direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Abrantes, que esteve na reunião de Câmara de Abrantes desta terça-feira, dia 24 de maio, para fazer a apresentação do Relatório de Gestão e Contas 2015 da AHBVA.

PUB

Durante a sua apresentação do Relatório e Contas da AHBVA, que coincide com o final do mandato do triénio 2013-2016, João Furtado deu a conhecer alguns dados operacionais que revelam o funcionamento da AHBVA em que “o pré-hospitalar é o trabalho fundamental dos bombeiros ao contrário daquilo que muitos pensam que são os incêndios. O pré-hospitalar é aquilo que nos ocupa no essencial o trabalho do dia-a-dia, em que temos em média cerca de 15 ocorrências por dia”.

O presidente da direção da AHBVA salientou que “o pré-hospitalar tem vindo a subir nos últimos três anos, o que coincide com o facto de sermos nós a fazer as ocorrências de todo o concelho, o que não acontecia em 2013”.

PUB

Os feridos ligeiros é o que ocorre com mais frequência no pré-hospitalar, sendo que, os Bombeiros Voluntários de Abrantes executam, quase na totalidade, todos os pedidos que são solicitados pelo INEM, informou João Furtado.

Em jeito de balanço do triénio, as grandes aposta desta direção foram para o pré-hospitalar, em que, segundo destacou João Furtado, “reequipámos e reformulamos todo o contingente de ambulâncias e adquirimos uma nova ambulância, adquirimos dois novos monitores de parâmetros vitais e dois desfibrilhadores automáticos externos (DAE), o que corresponde a um investimento de mais de 90 mil euros”.

PUB
João Furtado (2º a contar da direita) durante a reunião de Câmara de Abrantes esta terça-feira, dia 24 de maio (Foto: mediotejo.net)
João Furtado (2º a contar da direita) durante a reunião de Câmara de Abrantes esta terça-feira, dia 24 de maio (Foto: mediotejo.net)

Dando conhecimento da evolução dos tripulantes de ambulâncias de socorro, João Furtado sublinhou que “eram cerca de 14 em 2013, depois ficámos com sete e hoje, fruto da aposta na formação que fizemos, neste momento temos um número superior a 30 elementos de tripulantes de ambulâncias de socorro”, acrescentando que, face a este número de elementos com formação certificada, “já estamos a fazer formação nesta área para os corpos de bombeiros vizinhos”.

João Furtado informou ainda que, ao longo destes três anos, a AHBVA realizou investimentos nas diversas ambulâncias, com melhoramentos em alguns destes meios de transporte, destacando que “o concelho de Abrantes tem ao seu dispor cinco ambulâncias a sair em simultâneo equipadas com desfibrilhadores automáticos externos (DAE) e este é nível de qualidade de que poucos concelhos dispõem”.

Ao nível dos incêndios florestais, João Furtado referiu que foram investidos cerca de 120 mil euros em diversos equipamentos de proteção individual, para além dos investimentos realizados nos veículos existentes “que são da Câmara por regime de comodato em que AHBVA fez transformação de alguns desses veículos que outrora não eram utilizados para o combate aos incêndios florestais”. Um destes veículos recuperados, explicou João Furtado, está equipado com um gerador de espuma automático, “o que é inédito em veículos de bombeiros, que faz uma gestão automática de geração de espuma, tem capacidade para espuma florestal e para espuma urbana/industrial, é um veículo semelhante ao existente nos aeroportos”. Este veículo, explicou o presidente da Direção da AHBVA, “pode fazer combate em andamento, é um veículo polivalente que é usado no florestal, no urbano e no industrial, transformámos de raiz este veículo e foi um sucesso, com a particularidade de que a gestão pode ser feita a partir da cabine”.

O apoio camarário é a fatia maior do apoio financeiro da AHBVA, ao qual se junta o subsídio da Proteção Civil, que “é uma fatia pequena e permanente”, e o restante vem do INEM pelos serviços prestados de acordo com o número de ocorrências.

A manutenção de veículos representa a grande fatia de gastos da AHBVA,” uma vez que são veículos com muitos anos e no verão há grande desgaste com os veículos de combate a incêndios florestais”, seguindo-se as despesas com o pessoal que conta com vários operacionais no dispositivo de combate a incêndios.

“O pré-hospitalar, foi a nossa primeira aposta desde 2013 que culminou com a formação que fizemos e a aquisição da ambulância”, destacou João Furtado informando que foram frequentados 17 cursos de formação, com 83 elementos certificados.

A formação dos elementos do corpo de Bombeiros de Abrantes foi uma das apostas da direção da AHBVA durante o triénio 2013/2016 (Foto: mediotejo.net)
A formação dos elementos do corpo de Bombeiros de Abrantes foi uma das apostas da direção da AHBVA durante o triénio 2013/2016 (Foto: mediotejo.net)

Na área do combate a incêndios, a direção da AHBVA está a reforçar a questão dos equipamentos de proteção individual e da formação, para além da reestruturação de alguns veículos.

“2015 foi o primeiro ano que conseguimos ter três grupos de combate a incêndios em permanência, no período do dispositivo”, sublinhou João Furtado dizendo que em 2013 eram cerca de 60 bombeiros e “hoje temos quase 80 o que nos permite ter uma boa capacidade de resposta”.

“A Associação não tem custos, como associação somos 100% voluntários, os custos que temos são estruturais, em termos operacionais, os órgãos sociais são 100% voluntários e hoje temos mais profissionais e voluntários do que existia na altura dos Bombeiros Municipais”, destacou.

Na ocasião, Luís Dias, vereador da Câmara Municipal de Abrantes, questionou João Furtado porque motivo a Escola de Cadetes (dos 6 aos 18 anos) ainda não aparecia neste relatório ao que o presidente da Direção da AHBVA respondeu que este projeto só surgiu este ano e que “tem sido um sucesso”.

João Furtado salientou ainda que “somos uma entidade certificada pela DGERT e pretendemos, com esta capacidade formativa, ter algum retorno financeiro ao dar formação certificada às empresas, de modo a que até possamos reduzir a comparticipação financeira da Câmara”.

Por último, o atual presidente da Direção da AHBVA sublinhou o trabalho que foi feito “de colocar as pessoas a olhar para aquilo que é importante, que são os objetivos e hoje temos um corpo de bombeiros estável”.

João Furtado, juntamente com os restantes órgãos sociais desta direção, estão a recandidatar-se para mais um mandato, sendo que as eleições se realizam esta sexta-feira, dia 27 de maio.

Ao mediotejo.net, o atual presidente da Direção da AHBVA referiu que o balanço deste três anos de atividade “é positivo, conseguimos reforçar a parte operacional, conseguimos estabilizar a parte emocional que também é importante e estamos a prosseguir os nossos objetivos e este mandato vem no sentido de consolidar este trabalho”.

“Houve uma grande aposta na formação, no pré-hospitalar, neste momento estamo-nos a virar para a parte florestal e estamos a começar a fazer um estudo detalhado de toda a parte urbana do centro histórico, em termos de atualizar a nossa resposta ao nível dos bombeiros: caminhos de acesso dos veículos, capacidade dos hidrantes, colocação dos veículos em caso de necessidade, todo um estudo pormenorizado que não tem a ver com a parte municipal, mas sim com a resposta dos bombeiros no centro histórico”, explicou João Furtado concluindo que também é intenção realizar uma candidatura no âmbito do Portugal 2020 “para aquisição de um ou dois veículos novos para combate aos incêndios florestais”.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here