Abrantes | Prazo de conclusão da empreitada do MIAA prorrogado até 18 de dezembro

O executivo municipal de Abrantes aprovou a prorrogação graciosa do prazo para a conclusão da empreitada do Museu Ibérico de Arqueologia e Arte (MIAA). Tendo em conta a situação vivida consequência da Covid-19 e as dificuldades da empresa na obra, o novo prazo de conclusão da primeira fase do MIAA foi estendido até 18 de dezembro de 2020.

PUB

A prorrogação graciosa do prazo da primeira fase da empreitada do MIAA, referente à recuperação, remodelação e ampliação do Convento de São Domingos, foi justificada pelo presidente da Câmara Municipal de Abrantes pelo contexto vivido consequência da pandemia de Covid-19 e as “dificuldades das empresas nas obras”, nomeadamente no que diz respeito a falta de trabalhadores e situações de confinamento.

“São momentos muito difíceis e não tínhamos outra alternativa senão permitir que isto pudesse acontecer”, afirmou Manuel Jorge Valamatos na reunião do executivo municipal de 27 de outubro.

PUB

Considerando que a resolução do contrato seria “mais prejudicial ao interesse público, pois implicaria a dependência da conclusão da obra de novo concurso público e posterior tramitação, até nova adjudicação e consequente processo de obra”, procedimento esse que traria uma “morosidade prejudicial aos interesses do Município”, a autarquia deliberou prorrogar em 65 dias o prazo limite para a conclusão da empreitada, ou seja, até dia 18 de dezembro de 2020. Um prazo “equilibrado tecnicamente para a conclusão dos trabalhos contratuais em falta”.

Com esta prorrogação graciosa, o adjudicatário não terá direito a qualquer acréscimo de valor da revisão de preços em relação ao prazo acrescido, esclarece o Município que acrescenta que esta concessão pressupõe “a assunção do direto compromisso do adjudicatário de recuperar, no prazo concedido pela Câmara Municipal, o atraso dos trabalhos contratuais em falta.

Recorde-se que a primeira fase de recuperação, remodelação e ampliação do Convento de S. Domingos para instalação do MIAA arrancou em janeiro de 2017 e tinha data prevista de inauguração para o início de 2020. No entanto, alguns achados arqueológicos históricos obrigaram a “alguma contenção” nas obras no futuro Museu Ibérico.

Museu Ibérico de Arqueologia e Arte, vai nascer no antigo Convento de São Domingos, em Abrantes. Foto arquivo: mediotejo.net

A empresa responsável pela empreitada interpôs, entretanto, uma ação contra a Câmara Municipal no Tribunal Administrativo e Fiscal de Leiria, devido a um pedido de reposição do equilíbrio financeiro do contrato por agravamento dos custos na realização da empreitada (pedido esse que foi indeferido), tendo continuado, no entanto, a decorrer as obras.

O contrato de empreitada da primeira fase da obra cifrou-se nos 3,1 milhões de euros e foi assinado no dia 25 de agosto de 2016 com a empresa Teixeira, Pinto & Soares, SA. O contrato tem por objeto a recuperação, remodelação e ampliação do Convento de S. Domingos para a instalação do MIAA, um equipamento que vai ocupar todos os espaços disponíveis atuais do antigo convento para áreas de exposições, permanentes e temporárias, onde ficará parte da coleção de arqueologia e arte municipal, o espólio de pintura contemporânea da pintora Maria Lucília Moita e a coleção arqueológica Estrada, propriedade da Fundação Ernesto Lourenço Estrada, Filhos.

Vista parcial do futuro MIAA. Foto: DR

A obra é apoiada em 85% com verbas dos fundos comunitários do Portugal 2020, no âmbito do PEDUA – Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Abrantes para a Regeneração Urbana.

PUB
PUB
Ana Rita Cristóvão
Quando era pequena, passava os dias no campo a fazer de conta que apresentava o telejornal. Rumou à capital para se formar em Jornalismo e foi aí que se apaixonou pela rádio. Gosta de abraços e passa horas a ouvir as histórias dos mais antigos. É fã de chocolate, caminhadas sem destino e praias fluviais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).