Quarta-feira, Março 3, 2021
- Publicidade -

Abrantes | Praça do Município reviveu 25 de abril com poesia e Zeca Afonso (c/fotos)

A Praça Raimundo Soares vestiu-se de Abril na tarde desta terça-feira, recebendo os membros da Assembleia municipal e da Câmara Municipal de Abrantes para uma sessão solene evocativa dos 43 anos do 25 de Abril de 1974. A população juntou-se aos políticos abrantinos, e juntos envergaram na lapela ou seguraram no colo ou na mão o vermelho símbolo da liberdade. Cravos vermelhos, adereços ou peças de vestuário da mesma cor, não deixaram restar dúvidas: na Praça do Município celebrou-se Abril.

- Publicidade -

Nas palavras ditas pelos representantes de cada força política representada na Assembleia Municipal fizeram-se soar os valores de Abril, feitos de liberdade, de democracia, de luta, de igualdade, de fraternidade, de coragem e inconformismo. A poesia foi denominador comum, inspirando discursos como o da autarca Maria do Céu Albuquerque (PS) que declamou ‘O Dia da Criação’, de Vinicius de Moraes, e como o de Elsa Lopes (CDU) com excerto de “O Futuro”, de Ary dos Santos.

A sessão encerrou com um momento musical com Mário Mata e os Amigos do Zeca, num tributo a Zeca Afonso que revisitou os grandes êxitos do cantautor como ‘Maria Faia’, ‘Vejam Bem’ e, claro está, aquele que se tornou o hino da revolução, ‘Grândola, Vila Morena’.

- Publicidade -

Veja (ou reveja) os vídeos da emissão dos discursos de Maria do Céu Albuquerque, presidente da CM Abrantes e de António Mor, presidente da Assembleia Municipal de Abrantes.

Fique com registos fotográficos desta sessão solene evocativa do 25 de abril.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).