Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Novembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Plano Municipal para a Cidadania com ações apesar da pandemia

Foi presente à reunião de Câmara realizada no dia 9 de março uma informação sobre a monitorização do Plano Municipal para a Cidadania, Igualdade de Género e não Discriminação de Abrantes, relativo ao ano de 2020, destacando-se a entrada em funcionamento da aplicação para telemóvel Abrantes 360 Mobile, que inclui um “botão de ajuda” para vítimas de violência doméstica.

- Publicidade -

Neste pedido de ajuda a pessoa não precisa de se identificar ou de escrever uma mensagem. A denúncia é recebida pelo Serviço de Atendimento à Vítima que, se necessário, reencaminhará o caso para as forças de segurança ou para outro parceiro da Rede Especializada de Intervenção da Violência de Abrantes, com resposta adequada à situação. O botão de ajuda está disponível 24 horas por dia, todos os dias da semana. Uma outra funcionalidade da aplicação para telemóvel é a disponibilização de informação sobre esta temática e a possibilidade de qualquer cidadão poder denunciar através da mesma.

Em 2020, o Serviço municipal de Promoção para a Cidadania e Igualdade do Género, em conjunto com as forças de segurança, apesar da pandemia e covid-19, realizaram várias ações de sensibilização e prevenção sobre bullying, violência no namoro e igualdade do género, desenvolvido junto dos agrupamentos escolares. Foi o caso de uma ação de sensibilização para alunos/as do 1º ciclo sobre Igualdade de Género, que envolveu a participação de 14 alunos (7 sexo feminino e 7 sexo masculino) e uma docente;
outra junto de uma turma do 7º ano sobre Igualdade de Género, que envolveu a participação de 24 alunos (14 sexo feminino e 10 sexo masculino) e uma docente; também outras seis ações de prevenção sobre Bullying – “Don’t bully…be a friend”, dirigidas a alunos do 5º e7º ano de escolaridade, que na totalidade contou com a participação de 139 (65 sexo feminino e 74 sexo masculino) jovens e seis docentes; e oito ações de prevenção da violência no namoro, para alunos do 7º, 8º e 9º ano de escolaridade que envolveram 196 alunos (93 sexo feminino e 103 sexo masculino) e sete docentes.

- Publicidade -

Foram também desenvolvidas atividades de prevenção da violência doméstica e de promoção de igualdade de género, bem como a implementação de diversas medidas relacionadas com as mesmas.

A Câmara Municipal de Abrantes nota que desde 2011 trabalha as matérias de promoção da igualdade, cidadania e não discriminação, nomeadamente com a criação do Serviço de Promoção para a Cidadania e Igualdade de Género, do Serviço de Atendimento à Vítima e da Rede Especializada de Intervenção na Violência de Abrantes. Esse trabalho é reconhecido pela Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género que atribuiu ao Município vários prémios e uma menção honrosa, no âmbito do Prémio Viver em Igualdade.

O Município de Abrantes também tem sido distinguido, desde 2012, com o galardão de “Autarquia Mais Familiarmente Responsável” pelas boas práticas em matéria de apoio municipal às famílias.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome