Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Segunda-feira, Novembro 29, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Abrantes | Piscinas de ar livre já abriram ao público

O Complexo Municipal de Piscinas de Abrantes (piscina de ar livre), abriu ao público na sexta-feira, dia 14 de junho, e estão a funcionar entre as 9:30 e as 19:30. As piscinas encerram à segunda-feira e as crianças até aos 5 anos têm entrada grátis.

- Publicidade -

Para outras gerações, falar das piscinas de Abrantes significava falar das piscinas do Hotel Turismo. Ao abandono durante décadas, foram recentemente recuperadas mas, nos últimos anos, a juventude transferiu os seus mergulhos para a Cidade Desportiva, onde a Câmara construiu as piscinas de competição e esta infraestrutura sazonal, composta por três zonas: piscina de recreio (com uma profundidade variável de 0,90m a 1,60m), piscina infantil/chapinheiro (com uma profundidade variável de 0,20m a 0,45m) e zona de repuxos.

Piscinas ao ar livre em Abrantes abrem dia 14 de junho. Foto: mediotejo.net

- Publicidade -

A envolvente da piscina é composta por relvado e árvores e possui ainda várias valências, como a cafetaria, os balneários ou a sala de prestação de primeiros socorros. Estará aberta até dia 8 de setembro, com parque de estacionamento gratuito.

Até aos 5 anos a entrada é grátis, tendo os restantes escalões a pagar:

Dos 6 aos 12 anos – 1,11 € (meio dia) 1,67 € (dia)

Dos 13 aos 17 anos – 1,92 € (meio dia) 2,47 € (dia)

Maiores de 18 anos – 2,17 € (meio dia) 3,28 € (dia)

As crianças menores de 10 anos deverão ser acompanhadas por adultos.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome