Abrantes | Pilotos locais já aceleram para a Baja Portalegre (c/fotos e vídeos)

Decorre de hoje até ao próximo sábado, dia 26, a 33ª edição da mítica e mais conceituada prova nacional de todo o terreno, a Baja Portalegre 500 que cruzará diversos concelhos da nossa região, como Chamusca, Gavião, Ponte de Sor, Nisa, Portalegre e Abrantes.

PUB

De forma a dar a conhecer os pilotos e máquinas abrantinas em competição, antes da sua partida para Portalegre, o CAMP – Clube Aventura e Motorizado do Pego, proporcionou um final de tarde de quarta feira, dia 23, um pouco diferente do habitual para as gentes da cidade, trazendo até à Praça Barão da Batalha, carros e motos que irão participar em tão importante evento.

Uma mescla de colorido, rugido de motores e muito boa disposição entre pilotos e público que aderiu em razoável número apesar do frio que se fazia sentir.

PUB

Um a um, Rui Gonçalves (presidente do CAMP) foi apresentando os concorrentes ao muito público presente no evento.

Para a ocasião, o CAMP não poupou esforços e – um a um – os protagonistas da festa foram sendo apresentados a bom ritmo e com bastante animação pelo anfitrião de serviço, o seu presidente Rui Gonçalves, um ferveroso apaixonado pelo desporto motorizado local. O evento teve a colaboração da Câmara Municipal de Abrantes que se fez representar ao mais alto nível com a presença do seu presidente Manuel Jorge Valamatos e por Luís Dias, vereador do desporto do munícipio. Também marcou presença Maria Salgueiro, presidente da Junta de Freguesia de Pego, que também apoiou a iniciativa. Na ocasião (e em discurso informal), a edil da freguesia pegacha fez votos para que todos se divirtam acima de tudo, pois – no fundo – “isso é o mais importante”.

PUB

Serão seis os autos presentes na competição deste fim de semana.

Esta cerimónia, apesar de simbólica, serviu para o CAMP e a Câmara Municipal de Abrantes “piscarem o olho” às entidades nacionais organizadoras deste tipo de eventos, por forma a que num futuro a curto ou médio prazo, a região de Abrantes (com tantos pergaminhos no passado no que concerne aos desportos motorizados) possa voltar a constar no mapa nacional de provas de grande referência.

Também serão seis os pilotos de motos presentes na Baja Portalegre 500.

Em declarações exclusivas ao nosso jornal, quer Rui Gonçalves, quer Manuel Jorge Valamatos, mostraram esse mesmo desejo, prontificando-se a trabalhar em conjunto, nesse sentido.

Rui Gonçalves, presidente do CAMP:

Abrantes | Partida simbólica da 33° Baja Portalegre 500: Rui Gonçalves, Presidente do Clube Aventura e Motorizado do Pego

Publicado por mediotejo.net em Quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Manuel Jorge Valamatos, presidente CM Abrantes:

Abrantes | Partida simbólica da 33° Baja Portalegre 500: Manuel Jorge Valamatos, Presidente da Câmara Municipal de Abrantes

Publicado por mediotejo.net em Quarta-feira, 23 de outubro de 2019

A Baja Portalegre 500 é considerada a prova rainha do TT nacional e é pontuável para a Taça do Mundo FIA de Ralis de Todo o Terreno, para o Campeonato Nacional da especialidade e para a Taça Nacional de Todo o Terreno. Por incrível que possa parecer, um ano inteiro de competição não foi suficiente para clarificar posições nas diversas categorias em disputa, pelo que os títulos em causa se irão decidir nesta derradeira jornada de Portalegre com alguns pilotos abrantinos ainda na “luta” por lugares honrosos que passam – inclusive – por eventuais subidas ao pódio.

No final da apresentação pública, os pilotos fizeram “roncar” os motores dos seus bólides.

Também os motards deram um ar da sua graça na hora da partida simbólica.

Hoje o dia é de verificações técnicas com as cerimónias de partida a serem realizadas no Jardim do Tarro, em Portalegre, às 19 horas para as motos e às 21.30 horas para os automóveis. A “valer”, os concorrentes vão para a estrada amanhã, dia 25, logo pela manhã (poderão consultar programa completo e zonas de espectáculo em bajaportalegre500.com ou em mediotejo.net).

A ver pela boa disposição demonstrada pelos pilotos abrantinos, por certo que todos sairão vencedores e concerteza que regressarão com muitas mais histórias para contar para além das confidenciadas aquando da sua apresentação à cidade de Abrantes e aos abrantinos.

Pilotos e navegadores auto, apostos para a competição em clima de festa com autarcas e promotor do evento.

AUTO: José Mendes, Ismael Margarido, Pedro Valverde, João Margalho, Filipe Marques, Fernando Branco e Rui Marques (Mação).

Veículo já com presença habitual nas provas nacionais de TT.

SSV: Paulo Fernandes

Pilotos e motos na partida simbólica da Praça Barão da Batalha.

MOTO: Victor Matos, Nelson Delgado, Pedro Carvalho, Luís Quintas, António Serrano e Duarte Rosa.

*Fotos e videos: David Belém Pereira

PUB
José Belém
A grande “culpada” é uma velhinha máquina de escrever Royal esquecida lá por casa e que me “infectou” para uma vida que se revelou mais tarde não fazer sentido sem o jornalismo. O primeiro boletim da paróquia e o primeiro jornal da pequena aldeia onde frequentava a escola (tinha apenas 7 anos de idade) entranharam-me a alma (e o sangue) deste “vício” de escrever e comunicar. Seguiram-se os pequenos jornais de turma, os das escolas, os painéis informativos colocados nas paredes dos átrios e o dos escuteiros... e nunca mais o “vício” sarou. Ao longo da vida, foram vários e diversificados os ofícios exercidos profissionalmente, mas o “mar dos desejos” desaguava sempre numa folha de papel ou (mais tarde) num portátil de computador (e sempre com a máquina fotográfica como companhia). Já mais "a sério” e desde jornais regionais, rádios locais, periódicos nacionais e televisão (TVI), já são mais de 45 anos de um percurso “académico” de alguém que pouco se importa de não possuir um “canudo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).