Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes: Pego lidera apresentação de propostas para Orçamento Participativo

Depois de decorrido o período de apresentação de propostas de projetos a ingressar no Orçamento Participativo 2016/2017, que resultou na sugestão de 29 propostas, das quais só 22 foram consideradas elegíveis, está agora aberto o período de reclamação até esta quinta-feira, dia 28 de julho. A Freguesia do Pego recebeu um total de cinco propostas.

- Publicidade -

A lista provisória de projetos elegíveis e não elegíveis que pode ser consultada no balcão digital abrantes360, acessível através do site do Município (www.cm-abrantes.pt), mediante registo, ou no site do Orçamento Participativo, em https://op.cm-abrantes.pt

“Das 29 propostas apresentadas, a equipa técnica considerou que 22 reúnem condições para seguirem para votação”, refere a nota de imprensa da Câmara de Abrantes.

- Publicidade -

Até esta quinta-feira, dia 28 de julho, está a decorrer o período de reclamação, sendo que os interessados podem apresentar as suas reclamações em formulário próprio que é disponibilizado nos dois portais acima referidos.

Segundo informa a autarquia de Abrantes, foram apresentadas quatro propostas para a União de Freguesias de Abrantes e Alferrarede; uma proposta para a União de Freguesias de Aldeia do Mato e Souto, Fontes, União de Freguesias de Alvega e Concavada e Freguesia de Bemposta; duas propostas para a Freguesia de Carvalhal; uma proposta para a Freguesia de Martinchel; uma proposta para a freguesia de Fontes; duas propostas para a Freguesia de Mouriscas; cinco propostas para a Freguesia do Pego; três propostas para a Freguesia de Rio de Moinhos; uma proposta para a União de Freguesias de S. Facundo e Vale das Mós; e três propostas para a Freguesia de Tramagal.

“Não foi apresentada qualquer proposta com incidência territorial na União de freguesias de S. Miguel do Rio Torto e Rossio ao Sul do Tejo”, refere a nota de imprensa da autarquia de Abrantes referindo ainda que “as restantes propostas (4) têm abrangência a todo o território do concelho”.

“A maioria das propostas de intervenção apresentadas pelos cidadãos incidem nas áreas cultural e espaço público e espaços verdes, seguidas das infraestruturas viárias, educação e juventude, desporto, turismo, comércio e desenvolvimento económico e ação social e habitação”, destaca ainda a mesma nota de imprensa.

O período de votação das propostas decorrerá entre 1 de agosto e 15 de setembro.

Recorde-se que o Orçamento Participativo é uma ferramenta que delega nos cidadãos a decisão relativamente ao que fazer com uma parte do Orçamento do Município, sendo que para a edição de 2016/2017 a Câmara de Abrantes disponibiliza 266 mil euros.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. grande parte das propostas não reúnem as condições desejadas para o que se afigura no regulamento, por isso… vale o que vale… esperemos que ganhe umas propostas que sirva mais todos os Habitantes do concelho sejam novos ou mais velhos das aldeias ou das cidades e que sejam aceleradores económicos e motivadores para as nossa populações que não se gaste dinheiro mais mal gasto como se tem gasto em muitos casos, precisamos e temos necessidades de coisa em concreto que sejam utilizáveis por todos e para todos (ou para o maior nº de pessoas). isso sim é que ser participativo e incluso de todos os interesses mais generalizados e mais altruistas e deixarmos de olhar tanto para o nosso próprio umbigo. (Votem na mudança de cultura- votem no festival Mourisco)

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome