- Publicidade -
Sexta-feira, Dezembro 3, 2021
- Publicidade -

Abrantes | Paulo Ferreira é o novo coordenador municipal da Proteção Civil (C/AUDIO)

Paulo Ferreira é a partir de hoje, dia 14 de abril, o novo Coordenador Municipal de Proteção Civil (CMPC) de Abrantes e terá como funções dirigir o serviço municipal de proteção civil. Natural de Pego (Abrantes), Paulo Ferreira, 45 anos, foi segundo Comandante do Comando Operacional Distrital de Santarém (CODIS), e rende no cargo Maria Inês Mariano.

- Publicidade -

“É uma grande contratação, até para cumprir a própria legislação, e é importante para Abrantes ter alguém formado, licenciado e com estudos académicos nesta área da Proteção Civil e que é detentor de uma vasta experiência profissional. É um homem de Abrantes e conhece bem o concelho, o território e a região”, disse ao mediotejo.net o presidente da Câmara Municipal, Manuel Jorge Valamatos. Paulo Ferreira vem assim reforçar o Gabinete de Proteção Municipal e coordenar todas as necessidades em termos de planeamento, organização e resposta.

- Publicidade -

Paulo Renato Rodrigues Ferreira é licenciado em Proteção Civil pelo Instituto Politécnico de Castelo Branco – Escola Superior Agrária. Do seu perfil profissional destacam-se o exercício de funções de 2º Comandante Operacional Distrital e de Adjunto de comando na Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Abrantes, onde também coordenou a Escola de Infantes e Cadetes. Comandou igualmente o núcleo de Abrantes da Cruz Vermelha, em regime de voluntariado.

Serviu o Exército Português como 1º sargento, e foi docente na Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes. Ao longo da carreira profissional e pelo trabalho desenvolvido ao serviço de diversas entidades, recebeu várias condecorações e louvores.

Paulo Ferreira foi 2º Comandante Operacional Distrital (CODIS) e junta agora a sua experiência à de António Manuel, comandante dos bombeiros voluntários de Abrantes. Foto: mediotejo.net

Paulo Ferreira rende no cargo Maria Inês Mariano, que vai continuar a desempenhar serviço na autarquia, nomeadamente no setor da floresta.

Manuel Jorge Valamatos deu ainda conta da limpeza dos terrenos tendo em conta os incêndios florestais, um processo que tem prazo até 30 de abril para os proriepários privados e que tem sido uma questão difícil de gerir com várias empresas a apresentarem dificuldades em aceitar propostas para operações de limpeza por via da covid-19.

Com a saída de Paulo Ferreira, para o lugar de 2º CODIS entrou David Lobato, que era o comandante dos Bombeiros Municipais do Cartaxo. Lobato assumiu funções como 2º Comandante do Centro Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Santarém na sexta-feira, 10 de abril. A estrutura distrital da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) tem como responsável máximo Mário Silvestre (CODIS).

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome