Abrantes | Parceria entre Câmara e Diocese prepara candidatura às “Rotas do Sagrado”

Interior da Igreja de S. Vicente, em Abrantes.. Foto: DR

A Câmara Municipal de Abrantes está a preparar o caminho para a elaboração das Cartas Municipal e Diocesana do Património Religioso de Abrantes através de um trabalho conjunto com a Diocese de Portalegre-Castelo Branco, uma parceria que visa também criar condições com vista à candidatura do projeto “Rotas do Sagrado” ao Turismo de Portugal.

PUB

Nesse sentido, a Câmara Municipal de Abrantes aprovou no dia 18 de agosto o projeto de protocolo de colaboração a celebrar com a Diocese de Portalegre-Castelo Branco para colaboração técnica, científica e financeira vocacionada para a salvaguarda e valorização do património religioso – material e imaterial – da Diocese, inserido nas 17 paróquias localizadas no concelho de Abrantes.

Em comunicado, a autarquia da conta que as duas entidades vão juntar-se para “inventariar, estudar, conservar, reabilitar e divulgar o património religioso e cultural, culminando com a elaboração das Cartas Municipal e Diocesana do Património Religioso de Abrantes, em sintonia com os instrumentos municipais de gestão e planeamento do território”, tendo feito notar que a parceria visa também criar condições com vista à candidatura do projeto “Rotas do Sagrado” ao Turismo de Portugal.

PUB
Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Oliveira em Tramagal. Foto: CMA

O Presidente da Câmara Municipal de Abrantes, citado na nota informativa, mencionou a pertinência desta parceria com a Diocese já que “está em linha com o trabalho que a Câmara tem vindo a desenvolver  na valorização constante do património religioso, em articulação com outras entidades”, tendo referido o Governo da República, a Direção-Geral do Património Cultural, Santa Casa da Misericórdia de Abrantes, no apoio municipal às intervenções nas Igrejas de São Vicente, de Santa Maria do Castelo, da Misericórdia e de São João (em estudo), entre outras intervenções de conservação e salvaguarda do património.

Para Manuel Jorge Valamatos, o património religioso “tem um papel importante no espetro cultural”, explicando que esta parceria é importante porque a intenção é também “colocar este património à disposição da nossa comunidade e das pessoas que nos visitam”, recordando que o Município de Abrantes tem vindo a posicionar o seu património cultural como ativo distintivo do território e da sua matriz identitária, contribuindo para o desenvolvimento turístico.

PUB
Igreja de Santa Maria do Castelo, Abrantes. Créditos: DR

Esta parceria reflete também a importância das 17 paróquias de Abrantes, através das dinâmicas conjuntas com as freguesias do concelho e com o tecido associativo local, onde as Fábricas das Igrejas também se inserem.

O protocolo prevê um apoio financeiro da Câmara Municipal de Abrantes à Diocese de Portalegre e Castelo Branco de 24 mil euros, por dois anos, e define a forma como os recursos humanos e meios técnicos e tecnológicos das duas entidades se vão articular para suporte às diversas ações.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here