- Publicidade -

Segunda-feira, Janeiro 24, 2022
- Publicidade -

Abrantes | Operação ‘Feliz Navidad’ da PSP detém grupo de cinco carteiristas

Cinco carteiristas, quatro mulheres e um homem, todos da mesma família e que atuavam em grupo pelo país, incluindo Abrantes, foram detidos, estando quatro em prisão preventiva e um com apresentações periódicas, anunciou a PSP.

- Publicidade -

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP revelou ter feito a detenção na segunda-feira, de quatro mulheres, com idades entre os 30 e os 70 anos, e um homem de 45 anos, oriundos da América do Sul.

De acordo com as autoridades, o grupo estava a ser investigado desde finais de 2020, altura em que aumentaram os furtos de carteira em supermercados, centros comerciais e outras lojas de comércio, “estando todos eles associados a levantamentos de dinheiro e pagamentos feitos com os cartões bancários provenientes desses furtos”.

- Publicidade -

O grupo atuava com “grande mobilidade por todo o país”, havendo registo de furtos entre Coimbra e Tavira, passando por Leiria, Abrantes, Caldas da Rainha, Alcobaça, Faro e regiões autónomas, de acordo com a nota do Cometlis.

No entanto, apesar de operar por todo o país, a ação do grupo centrava-se na zona de Lisboa e arredores, como Amadora, Cascais, Loures, Seixal, Barreiro e Montijo.

- Publicidade -

Segundo as autoridades, foi com um furto ocorrido num supermercado no concelho da Amadora que se iniciaram as investigações, que culminaram agora no desmantelamento deste bando.

Os polícias reuniram informação ao longo do último ano que permite indiciar o bando em 30 furtos de carteira e 13 burlas informáticas (levantamentos de dinheiro e pagamentos com os cartões furtados) sendo que, com estes furtos e burlas, causaram um prejuízo total às vítimas de cerca de 21.500 euros.

O grupo, segundo o comunicado, era constituído por suspeitos da mesma estrutura familiar, a qual era liderada pela mulher mais velha que, com 70 anos, dirigia as suas filhas, filho e netas a partir da base da família que residia na zona de Palmela.

Além dos cinco carteiristas agora detidos estão indiciados mais dois, igualmente da mesma família.

Na segunda-feira, foram localizadas três mulheres do grupo na zona do Seixal, tendo as autoridades surpreendido o grupo em plena atividade criminal no momento em que as três, após furtarem uma carteira a uma cliente idosa no interior de um estabelecimento comercial, deslocaram-se a um caixa multibanco, onde levantaram 400 euros em dois levantamentos, fugindo do local com uma viatura e acabando por ser detidas, já na zona da Costa da Caparica.

Mais tarde, e no seguimento da operação para neutralização do bando, as autoridades na posse dos mandados de detenção procederam à detenção, desta vez fora de flagrante delito, de outros dois suspeitos visados no inquérito, o homem na Costa da Caparica e outra mulher, na Sobreda da Caparica.

Agência de Notícias de Portugal

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome