Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Agosto 2, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes: Obra da Unidade de Saúde Familiar do Rossio vai avançar

A Câmara Municipal de Abrantes aprovou esta terça-feira, dia 1 de março, em reunião de executivo camarário os procedimentos para que seja em breve lançado o concurso público referente à empreitada de construção da Unidade de Saúde Familiar de Rossio ao Sul do Tejo, num investimento de cerca de 350 mil euros.

- Publicidade -

Com um prazo de execução de 210 dias, a Unidade de Saúde Familiar do Rossio vai nascer no edifício do antigo mercado, sendo que o financiamento para a obra já está assegurado, referiu Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara de Abrantes.

“Este é um financiamento já garantido uma vez que está incluído no Investimento Territorial Integrado, está contratualizado e este investimento está no mapeamento na área da saúde e é para avançar rapidamente”, salientou a autarca aos jornalistas.

- Publicidade -

“Vamos concretizar a obra em breve, hoje aprovámos todos os procedimentos necessários para a abertura do concurso público. Estamos a falar de uma obra de aproximadamente 350 mil euros e que vai ser a Câmara a dona-de-obra. Trata-se da reabilitação do antigo mercado para instalar uma Unidade de Saúde Familiar”, referiu Maria do Céu Albuquerque.

Durante a discussão deste ponto da Ordem de Trabalhos da reunião de Câmara, a vereadora Elza Vitório (PSD) questionou a presidente da autarquia se já estão a fazer contactos com profissionais de saúde para criar a USF de Rossio ao Sul do Tejo ao que Maria do Céu Albuquerque afirmou que sim, que estão a trabalhar nesse sentido, à semelhança do que foi feito no processo da USF de Abrantes que abrirá no mês de abril.

Maria do Céu Albuquerque recordou que, no que diz respeito à USF de Abrantes, foi feito um protocolo com ARS em que autarquia construiu o edifício e vai dar incentivos para que os profissionais venham para esta unidade de saúde e salientou que já fez contactos junto dos profissionais de saúde dando conhecimento de que vai ser construída a ESF de Rossio ao Sul do Tejo.

“As Unidades de Saúde Familiar são criadas por profissionais, no mínimo tem de ter três médicos, três enfermeiros e dois administrativos, é o corpo mínimo da equipa para a constituição de uma USF”, explicou a autarca acrescentando que “já há trabalho desenvolvido neste âmbito e a ideia é que possamos ter condições para que em Abrantes e no Rossio, com uma nova USF, pudéssemos garantir a cobertura a grande parte da nossa população”.

O vereador Avelino Manana (CDU) votou contra este ponto do lançamento da empreitada da USF do Rossio, apresentando uma declaração de voto onde refere que não é contra a instalação de um edifício para a Unidade de Saúde de Rossio ao Sul do Tejo mas sim contra a decisão de construção deste edifício pela autarquia que a CDU considera que é da competência do Governo central.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome