Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Abrantes: O meu primeiro dia de aulas (c/ vídeo)

Rodrigo Tomás é um menino de seis anos que, como tantos outros do Médio Tejo e do país, começou a sua aventura escolar este ano letivo. Acompanhámos o seu primeiro dia de aulas desde o pequeno-almoço até ao regresso a casa e, através da sua experiência, recordámos momentos de uma data que nunca se esquece.

- Publicidade -

As memórias do primeiro dia de aulas, tantas vezes tema de conversa nos encontros de família, são marcantes. Trata-se do primeiro de muitos anos em que se constrói o futuro profissional, mas também a fase em que nos descobrimos enquanto pessoas.

De um lado o conhecimento e a formação, do outro os primeiros amigos, as primeiras conquistas, os primeiros amores e os primeiros anseios. Uma aventura que Rodrigo, o menino que acompanhámos no primeiro dia de aulas da Escola Básica da Bemposta EB1/JI, iniciou no dia 16 de setembro, e cuja experiência nos fez voltar atrás no tempo.

- Publicidade -

O Rodrigo a caminho da paragem de autocarro com a mãe e na sala de aula. Fotos: mediotejo.net
O Rodrigo a caminho da paragem de autocarro com a mãe e na sala de aula. Fotos: mediotejo.net

É verdade que o sistema de educação foi adaptado à “modernidade”, as velhas escolas deram lugar a centros escolares e até a forma como se aprende o abecedário sofreu “inovações”. No entanto, manteve-se a alegria com que se mostram os materiais escolares novos, a atenção (ou falta dela) perante as palavras da professora, a folia do recreio e o cansaço ao final do dia, misturado com adrenalina.

Vivemos tudo isso no concelho de Abrantes, na casa do Rodrigo em São Facundo e no Centro Escolar localizado na Bemposta, como podíamos ter vivido em qualquer ponto do país. O Rodrigo representa a geração que agora começou a aprender mas, ao final do dia, mostrou-nos que também sabe ensinar com uma aula sobre o que é a “Primária” e para que serve a escola.

O recreio continua a ser um espaço de sorrisos. Fotos: mediotejo.net
O recreio continua a ser um espaço de sorrisos e correria. Fotos: mediotejo.net

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Publicidade -