Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Outubro 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Novo foco de incêndio em Portelas “facilmente resolvido”

Deflagrou na tarde deste sábado, dia 8 de setembro, um pequeno incêndio em povoamento florestal na localidade de Portelas, na União de Freguesias de Alvega e Concavada. O fogo entrou em conclusão cerca das 18h30, após a rápida e concertada atuação dos meios no local. Em declarações ao mediotejo.net, o Comandante dos BV Abrantes, António Manuel Jesus, referiu que foi “facilmente resolvido” mas lembrou que a freguesia tem sido alvo de “vários problemas” do género, nomeadamente focos que deflagram durante a noite e que indiciam mão criminosa.

- Publicidade -

O alerta foi dado cerca das 17h55, segundo o site da ANPC, e estiveram no teatro de operações 7 viaturas, 33 homens e 2 meios aéreos, onde se incluíram segundo o Comandante António Manuel “os Bombeiros Voluntários de Abrantes, as carrinhas com kits de combate a incêndio e os sapadores da Afocelca”.

António Manuel Jesus lembrou que este foco sucedeu “praticamente na mesma zona onde havia deflagrado o incêndio de 24 de agosto” e que na freguesia têm ocorrido “vários problemas, nomeadamente em Portelas, Areia e Casa Branca e Concavada”, referindo ainda que alguns dessas ocorrências têm tido início de noite o que dá “forte indícios de origem criminosa”.

- Publicidade -

O Comandante dos Bombeiros de Abrantes lembrou que também Mouriscas teve vários episódios semelhantes durante este verão, com recorrentes focos de incêndio, tendo-se apurado que a origem fora de mão criminosa e “o indivíduo foi detido pelas autoridades”.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome