Abrantes | Mercados semanais mantêm-se em funcionamento no concelho

No seguimento da entrada do concelho de Abrantes na lista dos concelhos de risco elevado, a partir desta segunda-feira, dia 16 de novembro, a Câmara Municipal de Abrantes deu conta que mantém a autorização para a realização do mercado semanal (retalhista e grossista) na Tapada da Fontinha, no total cumprimento das orientações definidas pela Direção-Geral de Saúde, sendo obrigatório o uso de máscara por parte dos comerciantes e clientes e a higienização regular das mãos.

PUB

As continuação do funcionamento das Feiras e Mercados de Levante no concelho de Abrantes foi confirmada na terça-feira pelo presidente da Câmara Municipal, depois do Governo ter decidido deixar ao critério dos municípios a realização destas atividades. De acordo com Manuel Jorge Valamatos (PS) as Feiras e Mercados de Levante “estão a funcionar” garantindo estarem “reunidas as condições para tal”, assegurou.

O Mercado semanal (Retalhista e Grossita) que se realiza às segundas-feiras na Tapada da Fontinha, na cidade de Abrantes, desde o dia 25 de maio, tem o seu funcionamento condicionado ao cumprimento de todas as normas e recomendações veiculadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS), de modo a garantir as condições de segurança e higiene no exercício da sua atividade. De igual modo, os restantes mercados no concelho têm autorização de funcionamento.

PUB

Para além do uso de máscara ou viseira por parte de comerciantes e clientes e a higienização regular das mãos, o plano de contigência observa outras regras, nomeadamente quanto ao acesso, ocupação, permanência e distanciamento físico, assim como as orientações da DGS, e contém um conjunto de procedimentos de prevenção e controlo da infeção.

PUB
Mário Rui Fonseca
A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).