Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Maria Pinto e Jorge Robalo venceram o 5º GP da Casa do Benfica (C/fotogaleria e video)

A Casa do Benfica em Abrantes, a comemorar o seu 25º aniversário, levou a cabo na manhã de domingo, dia 19, a quinta edição do seu Grande Prémio em Atletismo, e que integra o calendário da Associação de Atletismo de Santarém. Foi uma prova muito concorrida (passou as duas centenas e meia de participantes), tendo sido antecedida das provas dos escalões de formação (bambis, benjamins, infantis, iniciados e juvenis) e uma prova para atletas de desporto adaptado.

- Publicidade -

Sendo o menos importante fica, no entanto, o registo dos vencedores.

A festa dos mais pequenos.

- Publicidade -

Femininos:
Benjamins A – Tatiana Nogal (Núcleo Sportinguista T.Novas)
Benjamins B – Matilde Sérvulo (Casa do Benfica em Portalegre)
Infantis – Ana Cardoso (Casa do Benfica em Portalegre)
Iniciados – Barbara Dias (Casa do Benfica em Abrantes)
Juvenis – Ana Santos (Casa do Benfica em Abrantes)

Masculinos:
Benjamins A – Martim Almeida (individual)
Benjamins B – Francisco Santos (Casa do Benfica em Abrantes)
Infantis – Bruno Caldeira (Casa do Benfica em Abrantes)
Iniciados – Rodrigo Martins (Casa do Benfica em Abrantes)
Juvenis – Diogo Silva (Casa do Benfica em Abrantes)

Coletiva:
1ª – Casa do Benfica em Abrantes
2ª – CLAC Entroncamento
3ª – Casa do Benfica em Portalegre
4ª – Núcleo Sportinguista de Torres Novas
5ª – Casa do Benfica em Seixal

Jorge Robalo (Vitória Futebol Clube)

Pelas 11H15m foi dado o tiro de partida para a prova rainha: os 10 Km do grande Prémio que tinha na subida a S.Lourenço a dificuldade maior. Cedo se percebeu que a extensa “armada” do Vitória de Setúbal dificilmente perderia em masculinos.

E foram dois setubalenses a discutir a vitória com Jorge Robalo (31´45,042) a bater o seu companheiro António Almeida por sete segundos. Já no minuto 32 surgiu Sérgio Santos (GCA Donas) que fechou o pódio.

Maria Pinto (União FCI de Tomar).

Em femininos Maria Pinto (União FCI de Tomar), batendo o seu record pessoal na distância (37´29,096) deixou a atleta do Juventude Vidigalense, Benvinda Santos, a mais de três minutos. A terceira foi Ana Rodrigues, da Casa do Povo de Alcanena, a quatro minutos e meio da militar de Tomar.

Para a posteridade ficam as classificações.

Troféus em disputa.

CLASSIFICAÇÕES:

Feminina:
1ª-Maria Pinto (União FCI de Tomar)
2ª-Benvinda Santos (Juventude Vidigalense)
3ª-Ana Rodrigues (Casa do Povo de Alcanena)
4ª-Marketa Martins (Casa do Benfica em Abrantes)
5ª-Paula Jorge (Casa do Benfica em Seixal)

Masculina:
1º-Jorge Robalo (Vitória Futebol Clube)
2º-António Almeida (Vitória FC Trail Running)
3º-Sérgio Santos (GCA Donas)
4º-José Gaspar (GDR da Reboleira)
5º-Marco Cardoso (Vitória Futebol Clube)

Coletiva:
1ª-Vitória Futebol Clube
2ª-GDR da Reboleira
3ª-GCA Donas
4ª-Casa do Benfica em Abrantes
5ª-Casa do Benfica em Seixal

Após o final da prova ouvimos os vencedores na Sala de Troféus da Casa do Benfica em Abrantes:

Abrantes | 5° GP de atletismo da Casa do Benfica de Abrantes

Publicado por mediotejo.net em Domingo, 19 de maio de 2019

À cerimónia da entrega dos Troféus, onde a Câmara Municipal e os parceiros da Organização estiveram representados, seguiu-se um apreciado caldo verde com bifanas assadas. Ponto alto da cerimónia foi a entrega do Prémio de Ética Desportiva aos atletas do desporto adaptado. Prova interessante do ponto de vista desportivo teve no convívio o seu ponto alto.

Troféu de Ética Desportiva.

FOTOGALERIA:

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here