Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | José Vasco Matafome (CDS-PP): “estou-me nas tintas para a senha de presença”

A última sessão da Assembleia Municipal de Abrantes, no dia 23, foi marcada por críticas pela escolha da data e por insinuações quanto à ausência de um deputado municipal que saiu pouco depois do início da reunião.

José Miguel Vitorino, da bancada do PSD, denunciou um deputado municipal, sem referir o nome, que fez uma intervenção no início da sessão e foi-se embora. Questionou sobre este tipo de atitude e o direito a receber senha de presença.

O deputado municipal em causa é José Vasco Matafome, do CDS-PP, que, em declarações ao mediotejo.net, defende-se dizendo que tinha “um assunto para resolver” com uma pessoa à sua espera. “Não estive lá pela senha de presença, estou-me nas tintas para isso”, afirmou.

“Não preciso que me paguem senha de presença. Estive lá, fiz a minha intervenção e tive de ir tratar de um assunto”, argumenta criticando a data escolhida para a sessão.

“Marcaram para um dia péssimo”, afirmou. Uma crítica que também foi feita por Margarida Togtema que, apesar de ser deputada municipal do PSD, pediu suspensão do mandato para esta reunião devido a motivos familiares. Interveio como cidadã e referiu-se às festas de final de ano letivo que os pais normalmente acompanham.

José Vasco Matafome argumenta ainda que este tipo de questões levantadas nesta altura “tem a ver com campanha eleitoral”, “é um falso problema”.

O presidente da Assembleia Municipal, António Mor, disse na reunião que vai pedir um parecer jurídico para saber se o deputado municipal tem ou não direito à senha de presença.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome