Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Setembro 19, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | “Jogos do Hélder” trazem animação à cidade este fim de semana

No âmbito da programação cultural em rede do Médio Tejo – Caminhos das Pessoas, Abrantes vai receber diversas iniciativas até ao final deste ano.

- Publicidade -

Diversos jogos tradicionais vão invadir a Encosta da Barata, em Abrantes, este sábado e domingo, dias 18 e 19 de setembro, entre as 10h00 e as 13h00 e as 15h00 e as 18h00, com a iniciativa “Jogos do Hélder – Ganhar Sorrisos”, por Hélder Sucena.

A iniciativa insere-se na programação cultural em rede do Médio Tejo – Caminhos das Pessoas e dirige-se a todas as idades com desafios lúdicos para crianças, jovens, adultos e idosos, que criam pontes geracionais e culturais.

- Publicidade -

A participação é livre e não necessita de inscrição, mas está sujeita às normas de prevenção covid-19 e com limitação de participantes.

Os Jogos do Helder. Créditos: DR

Já em outubro, no âmbito da programação “Caminhos das Pessoas”, Abrantes recebe nos dias 15 e 16, o workshop para famílias “Caça Texturas”, com Miguel Horta, onde os participantes partem à procura de texturas pelas ruas, jardins e praças da cidade.

Mais à frente no calendário, entre 15 de novembro e 31 de dezembro, Abrantes recebe a iniciativa “Retratos da Minha Terra”, onde o artista Augusto Brázio irá percorrer e fotografar as ruas do centro histórico e as lojas do comércio tradicional. O trabalho de captação de imagens irá depois resultar numa exposição.

A programação cultural em rede é promovida pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo e pelos municípios de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha.

Segundo a organização, os eventos programados decorrerão ao abrigo das normas recomendadas pela Direção Geral da Saúde.

Mais informações em caminhos.mediotejo.pt .

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome