Sábado, Dezembro 4, 2021

Abrantes | Já sabe como vai viver as Festas da Cidade?

As Festas de Abrantes regressam à cidade entre os dias 13 e 18 de junho com atividades culturais, desporto, artesanato, design urbano, animação de rua, doces tradicionais e tasquinhas. O cartaz musical volta a juntar músicos de renome, como Aurea, Pedro Abrunhosa, GNR e David Antunes, com vozes e coletividades locais.

O ponto alto do programa cultural é o espetáculo com Áurea e Pedro Abrunhosa em pleno Dia da Cidade (22h00, 14 de junho) no Castelo/Fortaleza, que recebe as Cerimónias Oficiais às 10h30. Os artistas são acompanhados pela Abrantes Big Band, formada exclusivamente para o concerto com músicos internacionais sob orientação de Pedro Moreira, que já colaborou com Herbie Hancock, Wayne Shorter, Freddie Hubbard e Dave Liebman, entre outros.

Ao longo da semana de festa outros locais do centro histórico transformam-se em palcos. O Jardim da República recebe grupos e bandas que o concelho e a região conhecem bem pela frequência com que aqui passam. Entre 13 e 16, dias úteis da semana, os concertos são sempre às 20h00 e atuam Élsio Nunes (13), Semáforo (14), Toc’abrir (15) e Remedium Santu (16).

O local recebe dois concertos por dia durante o fim-de-semana, com Cantares Populares (18h00) e FH5 (22h00) no sábado e Modinhas (18h00) e Toc&Foge (20h00) no domingo. Entre os grupos locais convidados encontra-se, igualmente, o Grupo de Concertinas Sons Lusitanos de Abrantes, que atua no dia 14, às 16h00, no centro histórico.

O público e as bandas chegam à Praça Barão da Batalha depois do jantar uma vez que, aqui, os concertos têm início às 22h00. Os Handmade chegam já esta terça-feira, as Vozes de Abrantes na quinta-feira, os À Toa na sexta-feira, os GNR no sábado e David Antunes traz os amigos Simone de Oliveira, João Paulo Rodrigues, Berg, Luís Jardim e CC no domingo.

Com o avançar da noite, os espetáculos mudam-se para a Praça Raimundo Soares e, a partir das 23h30, sobem ao palco Kwantta (13), Funk You (15), Miguel Estrada (16) e Hyubris (17). Depois dos aplausos, nova mudança de ritmo e de local, com os Djs a darem música às primeiras horas do dia, a partir da uma da manhã, na Praça D. Francisco de Almeida. Paul S é a proposta de terça-feira, Mi Sanga (Mossy) a de quarta, Inês Duarte a de quinta, The Fox a de sexta e Nuno Calado a de sábado.

A cidade não recebe apenas música e os festejos deste ano começaram antes das primeiras subidas ao palco com a inauguração da exposição “IX Antevisão do MIAA – Romanização do Médio Tejo”, que fica patente ao público no Museu D. Lopo de Almeida entre 9 de junho e 21 de janeiro de 2018.

Acresce o programa paralelo no centro histórico com animação de rua, entre as 17h00 e as 20h00 a partir do segundo dia, e a feira de artesanato/design urbano e os doces tradicionais durante todo o certame. No último caso, os horários variam entre as 18h00 e 24h00 de dia 13, as 14h00 e as 24h00 de 14 a 17 e as 14h00 e as 23h00 de domingo.

O Jardim da República torna-se no espaço privilegiado da cidade para petiscar até às 02h00 nas tasquinhas, exceto no dia 18, em que encerram às 24h00. Nos dias 14, 15, 17 e 18 é possível almoçar pois a abertura faz-se às 12h00 e nos dias 13 e 16 o petisco começa às 18h00. A Biblioteca Itinerante de Abrantes também marca presença com as atividades infantis das “BIAgens com livros” a partir de dia 14, entre as 18h00 e as 22h00.

As modalidades desportivas são variadas e é com o hipismo que se dá o primeiro salto das comemorações, dias antes abertura oficial, com a realização do Concurso Nacional de Saltos de Abrantes na Margem Sul do Aquapolis, Rossio ao Sul do Tejo, entre os dias 9 e 11 de junho. As atividades seguintes acompanham a festa e têm início na margem norte do Aquapolis nos dias 14 e 15 com os torneios de futebol e voleibol de praia, respetivamente, às 10h00. Na última data o downhill urbano apodera-se do centro da cidade a partir das 14h00.

Os atletas descansam no dia 16 e regressam em força a 17 para o Festival de Canoagem, que começa na Estação de Canoagem de Alvega pelas 14h00 e inclui uma descida entre a Praia da Marambana e Mouriscas. Em terra corre-se e joga-se futebol com a realização do Campeonato Regional de Juvenis na pista de atletismo da Cidade Desportiva, a partir das 15h00, e da 13ª edição do Torneio Interconcelhio de Escolinhas de Futebol no Campo de Jogos do Aquapolis (margem norte), pelas 16h00.

Os amantes de desporto terão dificuldade em escolher entre as atividades do último dia, que começam na cidade às 09h00 com o Passeio Chapa Amarela. A pista de atletismo da Cidade Desportiva recebe mais uma prova do Campeonato Regional de Juvenis meia-hora mais tarde e, depois de almoço (14h00) o desporto vai até ao açude com o Campeonato Nacional de Carrinhos de Rolamentos, enquanto se realiza o Torneio de Xadrez no centro histórico.

Às 15h00, o Jardim da República recebe ao mesmo tempo (15h00) o Torneio de Sueca e Jogos Tradicionais. Pelas 16h00, é a Calçada de S. José que ganha vida extra com os ciclistas que aceitaram o desafio de participar no 3º Uphill e a partir das 18h00 a Alameda Carlos Lopes, na Cidade Desportiva, recebe a mestria automóvel (show motorizado, stunt, rally perícia, karting, todo o terreno, drift e trial).

O dia desportivo termina com a chegada dos participantes na iniciativa “Abrantes na Diagonal”, entre as 19h00 e as 20h00, que partem de bicicleta de Sagres, Vila Real de Santo António, Bragança e Caminha no dia 17.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome

- Publicidade -