Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Segunda-feira, Junho 14, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Infraestruturas de Portugal realizam intervenção na EN2 em Bemposta

A EN2 vai ser intervencionada na freguesia de Bemposta. A Infraestruturas de Portugal deu conta de estar a desenvolver uma solução técnica na consequência do abatimento do pavimento ao quilómetro 415,560. A intervenção, nesta fase, deverá demorar um mês e meio sendo que o presidente da Junta de Freguesia, Manuel João Alves, manifesta-se “contente” por se tratar de uma situação “preocupante”.

- Publicidade -

A Infraestruturas de Portugal, na consequência do abatimento do pavimento na EN2 ao quilómetro 415,560, freguesia de Bemposta, concelho de Abrantes, informa que “foi necessário condicionar a circulação rodoviária no local, com implementação de circulação alternada por recurso a semaforização, estando devidamente sinalizado no local”.

O presidente da Junta de Freguesia de Bemposta manifesta-se “contente” com a decisão da Infraestruturas de Portugal de intervir na EN2 por ser “uma situação que nos estava a preocupar há algum tempo, agravada pela situação climatérica das muitas chuvas que se têm prolongado que poderia causar danos ainda maiores”, disse ao mediotejo.net.

- Publicidade -

Manuel João Alves nota tratar-se de uma zona “problemática por ser uma subida, com muitas curvas e que ao longo dos anos tem sido um dos pontos negros da EN2 dentro do perímetro da freguesia e do concelho”.

Com a intervenção que houve ultimamente, e bem, no sentido de retirar a vegetação que dificultava a visibilidade, por outro lado criou-se uma maior impermeabilização da água e eventualmente essa água estaria a fazer um efeito de erosão nas encostas”, explica o autarca.

Segundo o presidente, entretanto foram realizadas várias intervenções “sendo que o piso estava a abater e numa zona onde já teve vários acidentes e fico extremamente contente e feliz que após o nosso contacto as Infraestruturas de Portugal tenham decidido intervir”.

ÁUDIO: MANUEL JOÃO ALVES, PRESIDENTE JF BEMPOSTA:

A IP já se encontra a desenvolver a solução técnica para a intervenção a realizar, prevendo-se nesta fase que o condicionamento tenha a duração de cerca de um mês e meio.

Manuel João Alves não tem dúvidas que após a intervenção na EN2 “irá melhorar o pavimento” e consequentemente a questão da sinistralidade rodoviária, embora note “que o perfil daquela estada, naquela zona, sendo muito sinuosa, é perigosa. E como é uma descida, as viaturas, nomeadamente as mais pesadas, ganham alguma velocidade”, explica, dando conta da existência de vários acidentes.

Recordou, inclusivamente, que há cerca de três anos resultou “uma vítima” de um desses acidentes rodoviários.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome