Abrantes | Iluminação e animação de Natal arranca dia 1 de dezembro

Árvore de natal gigante vai ficar iluminada em Abrantes a partir desta segunda-feira. Foto arquivo: mediotejo.net

É verdade, estamos quase em dezembro, e praticamente a entrar em contagem decrescente para o Natal. Em mais um ano, o município de Abrantes aposta na iluminação e animação no centro histórico, reforçando o espírito natalício junto da comunidade. Dia 1 de dezembro, a torre de telecomunicações volta a dar lugar à grandiosa Árvore de Natal, revestida por 1550 metros de mangueira com 62 mil LEDs que consomem cerca de 6200 watts.

PUB

Foi Maria do Céu Albuquerque, autarca da CM Abrantes, que anunciou a preparação do centro histórico para o Natal. A presidente da câmara revelou que será no dia 1 de dezembro que a cidade se vestirá a rigor preparando-se para a época festiva.

“Já estamos a instalar a iluminação que queremos que dia 1 esteja a funcionar em todo o Centro histórico e a árvore de Natal na torre de telecomunicações”, disse.

PUB
Foto: mediotejo.net
Foto: mediotejo.net

Como já vem sendo hábito, o centro histórico terá som ambiente a condizer, uma vez que a autarquia vai proceder à instalação sonora que passará temas intemporais que já constituem a banda sonora desta época. Frank Sinatra? Jethro Tull? Dean Martin? Michael Bublé?

“Vamos instalar som, como vai sendo hábito, e vamos ter animação de Natal, que começa já dia 1 de dezembro, estando previsto acontecer todos os fins de semana até ao dia 18, um espaço jovem e no centro histórico a que demos o nome de Fábrica do Pai Natal. Constituída por um espaço temático com várias estações onde as crianças são convidadas a entrar numa viagem que se pretende que torne o Natal um momento único”, explicou Maria do Céu Albuquerque, que espera ainda que crie dinamização no centro histórico da cidade, levando as famílias a comprar no comércio local.

PUB

Noutros âmbitos, em termos de agenda cultural e desportiva, a autarca destaca um conjunto de outras iniciativas, nomeadamente “o Trail de Abrantes 100/100, que decorre no dia 10 de dezembro, uma exposição da pintora Sofia Areal, numa parceria com a Galeria Neupergama de Torres Novas a acompanhar também esta época festiva, e uma iniciativa do projeto Música do Nosso Tempo. É nesse sentido que nos encontramos a tentar criar animação na cidade”.

E como a época natalícia tem por hábito despertar a solidariedade e a generosidade, a autarquia tem em mente uma iniciativa que pretende ser um desafio aos lojistas e à comunidade. “Uma outra iniciativa que vamos tentar levar a efeito com os lojistas, apelando à solidariedade dos nossos cidadãos, em que o desafio é que coloquemos nas lojas, na rua, uma peça emblemática, uma meia, um sapatinho gigante, alguma coisa que leve as pessoas a trazerem um género alimentício, uma peça que queiram entregar, para podermos distribuir ao Banco Alimentar ou através da Rede Social às famílias que necessitem para que o seu Natal possa ser um bocadinho mais feliz”, explicou a presidente.

Foto: CMA
Foto: CMA
E porque colada ao Natal vem a Passagem de Ano…

“Somos Todos Abrantes” será o mote para o evento de Passagem de Ano na cidade. Maria do Céu Albuquerque referiu que Abrantes vai “celebrar mais uma vez. Em princípio, este ano faremos na Praça Barão da Batalha, onde vamos instalar uma grande tenda e o desafio é que os cafés, os restaurantes, possam abrir e trazer as pessoas para dentro do centro histórico, e vamos trazer os nossos artistas locais”.

No cartaz constam Salomé Silveira e a sua banda, Funk You, Kwantta, e de fora chegará o duo Electric Vibes, com DJ Set para animar a noite, antes e depois da meia-noite, segundo adiantou a autarca.

A 7 de janeiro, terá lugar o tradicional Concerto de Ano Novo, pelo pianista Adriano Jordão acompanhado com o Quarteto Arabesco, de cordas, na Igreja de São Vicente.

O músico propôs que se faça uma viagem pelo percurso artístico do compositor alemão Robert Schumann.

“Vai ser com certeza mais um momento de grande qualidade neste nosso evento que desde há alguns anos vimos fazendo ao sábado. Normalmente, nós escolhemos o primeiro fim de semana a seguir à passagem de ano; quando o fim de semana é logo a seguir ao dia 1, fazemos no fim de semana seguinte [que é o caso deste ano], porque há sempre as pessoas que vão passar o ano fora e portanto, também acabamos por desligar um pouco mais da passagem de ano e parece-nos mais produtivo e tem-se mostrado um bom modelo, e vamos continuar”, defendeu.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here