- Publicidade -

Segunda-feira, Dezembro 6, 2021
- Publicidade -

Abrantes | Humberto Lopes demite-se da direção da ACATIM em Mouriscas

Humberto Lopes demitiu-se do cargo de presidente da direção da ACATIM – Associação Comunitária de Apoio à Terceira Idade de Mouriscas, no concelho de Abrantes. A demissão surge posteriormente à manifestação de descontentamento dos associados na última Assembleia Geral, e na comunidade mourisquense, devido à direção da ACATIM ter passado a comprar os medicamentos do lar numa farmácia de Tomar em detrimento da farmácia de Mouriscas.

- Publicidade -

A ACATIM, uma Instituição Particular de Solidariedade Social, tem três respostas sociais: Serviço de Apoio domiciliário, com capacidade para 70 utentes; Centro de Dia, com capacidade para 15 utentes; e Estrutura Residencial para Pessoas Idosas com capacidade para 30 pessoas.

Humberto Lopes. Créditos: mediotejo.net

- Publicidade -

No entanto, contactado pelo nosso jornal, Humberto Lopes atribuiu a sua saída a questões pessoais de saúde, negando a relação dos acontecimentos e justificando que “esse processo [da compra de medicamentos] estava encerrado”.

Aquando da cerimónia dos 35 anos da ACATIM – Associação Comunitária de Apoio à Terceira Idade de Mouriscas, em 2018. Créditos: CMA

O mediotejo.net sabe que, apesar da demissão de Humberto Lopes, não decorrerão eleições e o vice-presidente, Carlos Vidal, deverá assumir a presidência da direção daquela Instituição, em Mouriscas.

Segundo os estatutos da Associação a duração do mandato dos órgãos sociais é de quatro anos. A direção foi eleita em dezembro de 2019.

ACATIM, em Mouriscas. Créditos: mediotejo.net

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome