Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Quinta-feira, Outubro 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Abrantes | Fundições do Rossio em Processo Especial de Revitalização

A centenária empresa Frasam – Fundições do Rossio de Abrantes, S.A., tem a correr no Juízo de Comércio do Tribunal de Santarém um Processo Especial de Revitalização (PER) que deu entrada a 4 de julho e deverá conhecer desenvolvimentos em setembro com a apresentação do plano de viabilização por parte do administrador de insolvência, Carlos Cintra Torres.

- Publicidade -

De acordo com a relação provisória, são cerca de 300 os credores que reclamam créditos a rondar os 11 milhões de euros. As instituições bancárias estão entre os principais credores, mas da lista fazem parte também fornecedores e cerca de 100 trabalhadores, entre outros. Este Processo Especial de Revitalização surge na sequência de um primeiro PER simplificado, executado durante o ano de 2017.

Contactada pelo mediotejo.net, a empresa informou que o administrador judicial está ausente até à primeira semana de setembro, disponibilizando-se a explicar o conteúdo do “Plano de Viabilização” depois de apresentado aos credores.

- Publicidade -

Manuel Nanques, dirigente do SITE/CSRA – Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente do Centro Sul e Regiões Autónomas, mostra-se confiante na aprovação do plano e acredita na viabilidade da empresa.

A sua expectativa tem por base a grande quantidade de encomendas que a empresa tem. O problema é a falta de liquidez que dificulta a compra de matéria-prima. Manuel Nanques teme que esta situação contribua para a perda de clientes, mas “se houver injeção de capital, a empresa tem capacidade de ir para a frente”.

Atualmente, os trabalhadores têm em falta vários subsídios, de férias e de Natal, segundo o dirigente sindical*.

Conforme refere o Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas (CIRE), o PER “tem como finalidade permitir ao devedor que esteja numa situação economicamente difícil ou em situação de insolvência iminente, mas que ainda seja passível de ser recuperado, negociar com os credores com vista a um acordo que leve a revitalização daquele”.

Situada no Rossio ao Sul do Tejo, a Frasam iniciou atividade no ano 1900 com uma pequena fundição. Vinte anos depois instalou o primeiro forno para fundição de aço. Em 1961 a empresa constitui-se como sociedade anónima de responsabilidade limitada. Nos anos 90 investe na modernização de equipamentos e nos processos de fabrico.

Já neste século, em 2002, deixou de ser empresa sociedade familiar, sendo adquirida maioritariamente pelo grupo empresarial Fimove Investimentos.

 

* Informação corrigida

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome