Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Agosto 2, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes: Francisco Ceia apresenta o livro “Terra da Paciência”

A Biblioteca Municipal António Botto recebe na próxima quinta feira, dia 28, Francisco Ceia para a apresentação do livro “Terra da Paciência”. Nesta segunda viagem do dramaturgo, cantor e compositor pelo mundo literário são escrutinados aqueles e aquilo que o rodeiam com o objetivo de acordar consciências e adormecer o conformismo.

- Publicidade -

As palavras fazem parte da carreira artística de Francisco Ceia há 40 anos. Não começou pelas suas e muito menos para folhearmos, mas sim interpretadas no palco do CENDREV – Centro Dramático de Évora, onde se estreou como ator profissional e manteve até 1979. As suas chegaram no ano seguinte com o primeiro disco “Foi no Monte é no Monte”, na mesma altura em que fundou a companhia Teatro do Semeador na terra natal, Portalegre.

Apesar de participar como ator em algumas peças para a RTP, a música foi conquistando o seu espaço com a participação em programas televisivos, espetáculos ao vivo pelo mundo fora e ao emprestar a voz para a banda original da série infantil “As aventuras de Tom Sawyer”. A década de 90 chega quatro álbuns depois e com ela o convite do canal de televisão público para pivot da série “A Casa do Mocho Sábio”, na qual conjuga a faceta de ator com a de músico e compositor.

- Publicidade -

As palavras mantêm-se presentes na vida de Francisco Ceia, sempre com música de fundo, e voltam a estar em cena quando a companhia de teatro Seiva Trupe (Porto) lhe lança o desafio para integrar o elenco no musical “Ópera do Malandro”, de Chico Buarque, em 1995 e 1996. Até à chegada do novo milénio ainda edita dois novos trabalhos discográficos, participa no WOMAD – World of Music, Arts and Dance (1997), em Cáceres, e leva o tema “Romanzeira” ao 36º Festival RTP da Canção (1999).

Entre 2000 e 2005 são as palavras de José Régio, Fernando Pessoa, António Sardinha, Maria Rosa Colaço e Vergílio Ferreira que ganham vida através dos arranjos musicais nos cinco álbuns que edita. Na década seguinte, esta em que nos encontramos, estreia-se a compilar as suas em livro com o lançamento de “Jogo de Janelas” (2012), revelando um espírito observador e interventivo envolto em poesia.

O novo romance “Terra da Paciência”, editado em 2013 pela Edições Colibri, reafirma a vontade de inquietar quem lê as suas palavras e é sobre elas que Francisco Ceia irá falar na Biblioteca Municipal António Botto, em Abrantes, com os alunos do segundo e terceiro ciclos do ensino básico, às 14h30, e mais tarde com o público em geral, a partir das 21h30.

Lançamento do livro Terra da Paciência
O novo livro de Francisco Ceia

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome