Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Festas Anuais de São Facundo de 16 a 19 de agosto

As Festas Anuais de São Facundo realizam-se este ano de 16 a 19 de agosto, no Polidesportivo da aldeia de São Facundo, Abrantes. O cartaz apresenta animação musical para variados gostos e faixas etárias.

- Publicidade -

Os cabeça de cartaz, Prana, atuarão na noite de 17 de agosto. A banda, que atuou, por exemplo, nos festivais NOS Alive e Super Bock em Stock, tocará sucessos como “Vaso Chinês” ou “Valsa do Cupido”.

Para além desse espetáculo, todas as noites contam com músicas de baile, pelas bandas Vida de Cão, Street Band, Semáforo e Marco Morgado. Os Arrebimbá’Fundo e o Rancho Folclórico da Casa do Povo de São Miguel do Rio Torto apresentam as suas músicas tradicionais, presenteando o público com os seus bombos e trajes antigos, respetivamente.

- Publicidade -

Os Boinas Verdes farão uma demonstração de saltos de paraquedismo no sábado, dia 17, às 17h00. O DJ Petter Nox, conhecido das noites académicas da Covilhã e de Castelo Branco, representará a sua classe, enquanto os Cork sobem ao palco para um concerto baseado em covers de sucessos de música rock.

Atuações à parte, nas Festas Anuais de São Facundo pode encontrar, segundo a organização, “o melhor frango assado da região, sem elevados períodos de espera”.

A organização deste evento está, de novo, a cargo da Casa do Povo de São Facundo, e conta com o apoio da União de Freguesias de São Facundo e Vale das Mós, da Câmara Municipal de Abrantes, e de empresas da região.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome