Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes: Feira de S. Matias oficialmente aberta para animar região

A secular Feira de S. Matias, em Abrantes, foi inaugurada na tarde desta quinta-feira, dia 18, debaixo de muito frio. Instalada na zona da margem sul do Aquapolis, em Rossio ao Sul do Tejo, a novidade deste ano é o prolongamento da feira em mais uma semana, a pedido dos comerciantes.

- Publicidade -

Até ao próximo dia 13, a tradicional Feira de S. Matias está aí e promete animar a região com os carrosséis e outros divertimentos, barracas de quinquilharia e de roupa, para além das tradicionais farturas, pipocas e algodão doce, uma nutelaria e o pão com chouriço.

Na inauguração do certame, que ocorreu esta quinta-feira, pelas 18h, Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Abrantes, percorreu todo o recinto da feira cumprimentando todos os comerciantes e desejando-lhes um bom negócio.

- Publicidade -

No final, em declarações aos jornalistas, a autarca referiu que os condicionamentos de trânsito na ponte não vão afastar os visitantes da feira: “é claro que os constrangimentos causam uma perturbação mas também sabemos que quem vem do sul do concelho não tem qualquer tipo de constrangimentos e quem vem do norte tem muito onde estacionar no lado norte e atravessa a pé, portanto, não vejo que isso seja um problema para que a feira possa ser realizada e atingir os objetivos a que se propõe”.

abrantes_feira s_matias_inaug2 (Foto: mediotejo.net)
A pedido dos comerciantes, a Feira de S. Matias, este ano, prolonga-se por mais uma semana (Foto: mediotejo.net)

“É uma feira secular, que tem uma tradição forte, hoje infelizmente as feiras já não são o que eram há 100 anos atrás, mas é uma tradição que queremos preservar mas queremos também alterar no sentido de dotar de outras caraterísticas que permitam ser mais atrativas e que sirvam de fomento à economia local”, salientou Maria do Céu Albuquerque referindo-se à intervenção que a autarquia está a fazer no Vale de Fontinha, local que irá passar a acolher, quando concluídas as obras, as feiras e mercados. “Contamos que no próximo ano já possamos fazer a feira com a dimensão, a dignidade e as caraterísticas que queremos desenvolver nesta iniciativa”, referiu a autarca.

A edição deste ano conta com mais uma semana na sua realização: “Foram os feirantes que nos pediram este prolongamento porque muitas vezes nesta altura chove e às vezes isso acarreta prejuízo para o negócio e pediram-nos para prolongar mais uma semana e nós acedemos porque a despesa que temos é pouco maior e justificava-se aceder a este pedido”, explicou Maria do Céu Albuquerque.

Para os comerciantes presentes na feira este é um evento importante que marca o arranque do ano, partindo depois para outras feiras em diversos pontos do país.

abrantes_feira s_matias_carroseis (Foto: mediotejo.net)
No próximo ano, a Feira de S. Matias já irá ocupar o espaço no Vale da Fontinha, em Abrantes (Foto: mediotejo.net)

Pelo segundo ano consecutivo, a Feira de S. Matias está a decorrer na margem sul do Aquapolis, um espaço que agrada aos comerciantes que ali marcam presença. João Salvador Palma, comerciante, já vem à Feira de S. Matias há cerca de 10 anos e gosta do local no Aquapolis. “O chão é mais asseado”, refere, acrescentando que no ano passado o negócio correu bem. Sobre a passagem da Feira para o Vale da Fontinha, em Abrantes, a partir do próximo ano, João Salvador Palma deixa algumas reservas dizendo que “se for um ano de chuva, os carrosséis, como são pesados, podem mandar o terreno abaixo”.

Fernando Marques, comerciante que também já marca presença na Feira de S. Matias há 10 anos, concorda que o espaço na zona do Aquapolis “tem um terreno mais asseado”, mas refere que “não tem cariz de feira porque estamos desencontrados, não temos vizinhança aqui à nossa frente”. Por outro lado, este comerciante refere que os condicionalismos na ponte “são um grande problema” que, na sua opinião, “vai influenciar no negócio” e demonstrou à presidente da autarquia o seu anseio para a feira se passar a realizar no Vale da Fontinha.

A Feira de S. Matias decorre até ao próximo dia 13 de março.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome