Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Feira de Doçaria salta fronteiras do centro histórico, com entrega ao domicílio (c/ÁUDIO)

A 19ª Feira Nacional de Doçaria Tradicional regressa a Abrantes a partir desta sexta-feira, dia 22, onde estaciona até domingo na Esplanada 1º de Maio, no centro histórico da cidade. Desta vez sem a presença das ilhas – Açores e Madeira – ainda devido às contingências da pandemia, e com um foco redobrado nos doceiros de Abrantes, como explicou o presidente da Câmara Municipal durante a conferência de imprensa que decorreu na quarta-feira, 20 de outubro.

- Publicidade -

Serão três dias repletos de sugestões tentadoras em Abrantes, com mais de uma centena de doces regionais representantes das melhores características do património gastronómico da região, em 22 expositores; onze do Ribatejo Interior e dez vindos de outras regiões do país.

“No ano passado não conseguimos realizar o evento por causa da pandemia e é com gosto redobrado que estamos aqui hoje. De alguma forma estamos a ultrapassar este momento muito difícil para a Humanidade”, começou por dizer Manuel Jorge Valamatos.

- Publicidade -

Este ano com especial atenção e dedicação aos doceiros de Abrantes, promove-se o que de melhor se faz na doçaria local, como a célebre palha de Abrantes, as tigeladas e as broas de mel e noz, entre outros doces locais e produtos reconhecidos e incluídos na doçaria portuguesa como o mel, compotas, marmeladas ou bolachas. A ideia passa por valorizar os produtores locais, dos agentes económicos e dos parceiros da Tagus – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior.

Mas as novidades para a edição de 2021 prendem-se, desde logo com a abertura de um procedimento para a criação do videojogo “Palhinhas”. Na verdade, trata-se da criação de dois videojogos, utilizando a personagem de banda desenhada “Palhinhas – uma história da Palha de Abrantes”, destinado a crianças dos 3 aos 10 anos.

Resulta de uma parceria entre a Tagus e a ESTA – Escola Superior de Tecnologia de Abrantes, do Instituto Politécnico de Tomar, que no decorrer dos CTeSP – Curso Técnico Superior Profissional de “Animação e Modelação 3D e Jogos” e “Informática” e na Licenciatura em Informática e Tecnologias Multimédia, irão produzir o videojogo “Palhinhas”.

Na inauguração da 19ª Feira Nacional de Doçaria Tradicional, esta sexta-feira, dia 22 de outubro, pelas 18h00, será assinalado o momento, com a assinatura pública deste protocolo e respetiva divulgação. Conceição Pereira, técnica coordenadora da Tagus, adiantou que a sua conceção levará um ano, estando previsto o lançamento dos videojogos na XX edição da Feira de Doçaria, em 2022.

Outra novidade desta edição é a “Doçaria a Pedido”, deu conta, por seu lado, o presidnete da autarquia, Manuel Jorge Valamatos. Uma iniciativa focada em apoiar os doceiros locais a escoar os seus produtos, através de duas vias: haverá entrega ao domicílio, através de duas empresas locais, a Recadex e o Jarvas, que irão entregar encomendas de doçaria diretamente na casa das pessoas, mediante o pagamento adicional do valor da deslocação entre a Feira e a residência do cliente.

E também será possível o levantamento na entrada da Feira de Doçaria. Basta ligar antecipadamente para o nº 966822104, encomendar os seus doces preferidos e efetuar o respetivo levantamento na entrada da Feira sinalizada para este efeito e nos horários estipulados: 20h30-21h30 (na 6ªfeira e sábado) e das 12h-13h (no fim-de-semana).

ÁUDIO | Presidente da Câmara Municipal de Abrantes: 

Segundo Conceição Pereira, o município de Abrantes e a Tagus estão conscientes de que é cada vez mais importante divulgar as tradições locais junto das gerações mais novas a fim de os ajudar a valorizar as suas origens e compreender o território onde se encontram inseridos, pretendendo continuar a dinamizar junto das escolas do ensino pré-escolar e do 1º ciclo uma iniciativa associada ao ícone “palha de Abrantes” utilizando a personagem que foi criada em 2006 para este efeito, o “Palhinhas”.

XVIII Feira Nacional de Doçaria Tradicional, em Abrantes. Créditos: mediotejo.net

Anualmente, as escolas do concelho de Abrantes são convidadas a participar na elaboração de trabalhos, que este ano consiste na criação e decoração da mascote em cartão, privilegiando a utilização de materiais recicláveis. Os trabalhos – exposição escolar “Palhinhas – uma história da palha de Abrantes” – irão estar expostos durante a 19ª Feira Nacional de Doçaria Tradicional. Este ano participam 20 escolas (14 escolas públicas e 6 privadas) envolvendo mais de mil crianças.

Durante a conferência de imprensa foi também apresentado o “Abrantes + Doce”, uma brochura para enaltecer e homenagear os doceiros do concelho, que diariamente confecionam doces, compotas e mel e preservam os usos e costumes tradicionais deste setor de atividade, elaborada pelo Município de Abrantes e pela Tagus.

Conferência de imprensa sobre a 19ª Feira Nacional de Doçaria Tradicional de Abrantes. Créditos: mediotejo.net

ÁUDIO | Técnica coordenadora da Tagus:

“Todos os doceiros que aqui estão são de Abrantes, a edição é bilingue [em português e inglês], portanto é uma edição que chegará também a outros públicos. É um trabalho extraordinário, até de design gráfico, da nossa divisão de Comunicação, e de alguma maneira homenageia todos aqueles que têm feito a história destes 19 anos da doçaria em Abrantes”, disse por sua vez o vereador Luís Dias, responsável pelo pelouro da Cultura.

Há ainda novas caixas para levar para casa a famosa palha de Abrantes. Tratam-se de embalagens de seis e doze unidades, um modelo criado pelos serviços de Comunicação da Câmara Municipal de Abrantes para ser usado por qualquer pastelaria do concelho aderente à iniciativa.

Conferência de imprensa sobre a 19ª Feira Nacional de Doçaria Tradicional de Abrantes. Créditos: mediotejo.net

“Tem um bocadinho da história da palha de Abrantes e seguramente dará outra dinâmica à comercialização da nossa palha de Abrantes. Seria importante que muita gente levasse muitas caixinhas de seis e muitas caixinhas de doze do nosso doce, que é uma referência para nós. Obviamente que não nos podemos esquecer das tigeladas, das broas, dos folares, um conjunto de produtos que temos extraordinário, mas a palha de Abrantes é a estrela da companhia e desta forma estaremos a promover melhor a nossa palha de Abrantes”, considerou o presidente da Câmara.

Além dos doces a Feira conta com atividades paralelas, designadamente oficinas de doçaria. A sua dinamização pretende sensibilizar os participantes para a utilização de produtos da região e a valorizar a doçaria tradicional, ensinando-os a confecionar várias iguarias, com um toque de inovação. Para tal foram convidadas escolas profissionais do Médio Tejo e uma coletividade local.

Conferência de imprensa sobre a 19ª Feira Nacional de Doçaria Tradicional de Abrantes. Créditos: mediotejo.net

Outra atividade em destaque é a caminhada night urban “Os Palhinhas 2021”, ou seja, a dinamização de uma caminhada noturna pelo centro histórico, acompanhada pelo COA- Clube de Orientação e Aventura e Município de Abrantes, passando pelos principais pontos turísticos com ligação à temática da doçaria, dando a possibilidade aos participantes de conhecerem assim o património mais relevante da cidade.

Destaque também para o 9º Passeio guiado em BTT “Na Rota da Palha de Abrantes” realizado em bicicleta todo-o-terreno, que passa por alguns dos locais mais emblemáticos do concelho de Abrantes ligados à doçaria tradicional. Este passeio tem a particularidade de ser orientado pelos Branquinhos do Pedal, da Associação Cultural Desportiva e Recreativa de Chainça, que anualmente define um novo percurso em redor da identidade territorial.

A feira conta ainda com o workshop “Digital e Agora?”, uma iniciativa da Associação Comercial e Empresarial dos Concelhos de Abrantes, Constância, Sardoal, Mação e Vila de Rei, destinada aos estabelecimentos comerciais e ao público em geral, que pretenda adquirir mais competências digitais, ou estar a par das novas tendências multimédia.

Conferência de imprensa sobre a 19ª Feira Nacional de Doçaria Tradicional de Abrantes. Créditos: mediotejo.net

ÁUDIO | Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Abrantes:

O vereador Luís Dias deu conta da existência de planos de contingência, percursos previamente definidos, por causa da pandemia, em conformidade com as normas da Direção Geral da Saúde.

O evento será transmitido, no sábado, dia 23 de outubro, na RTP1.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
22 de outubro de 2021 (6ª feira): 17h00 – 23h00
23 de outubro de 2021 (sábado): 10h00 – 23h00
24 de outubro de 2021 (domingo): 10h00 – 20h00

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome