Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes faz história com exposição coletiva “100 anos de artes plásticas em Abrantes”

A Câmara de Abrantes inaugurou no sábado, dia 10 de setembro, na quARTel – Galeria Municipal de Arte, a exposição coletiva “100 anos de artes plásticas em Abrantes”, tendo conseguido reunir no mesmo espaço dezenas de trabalhos de artistas plásticos que marcaram a história das artes nesta cidade no último século.

- Publicidade -

No ano em que assinala o seu centenário, a Câmara de Abrantes identificou e convidou autores que participaram em exposições regulares, mas também os artistas que, sendo naturais de Abrantes, fizeram o seu percurso fora do concelho. Entre as obras expostas estão também trabalhos de autores já falecidos, como José Paulo Fernandes, José Serra da Mota, Júlio Amaro, Margarida Tamagnini Castel-Branco, Maria Lucília Moita ou Rogério Ribeiro.

ga1

- Publicidade -

Na mostra coletiva, que pode ser apreciada até ao dia 21 de outubro, estão ainda trabalhos de Albano Santos, Álvaro Assunção, António Colaço, Carlos Saramago, Catarina Castel-Branco, Cremilde Bispo, Euclides Reis, G. Fernandes, João Quinto, Jorge Ferreira da Costa, José Pimenta, José Ribeiro, Juno Doran, Kaiser, Liliana Marmelo, Luís Miguel Reis, Manuel Soares Traquina, Mário Cordeiro, Massimo Esposito, Matilde Marçal, Nuno Mendes, Paula Dias, Paulo Alves, Pedro Gouveia, Santos Lopes, Sérgio Vieira, Susana Rosa, Teresa Cunha e Vitor Marques.

Perante muito público, na sua grande maioria artistas, amigos e familiares, a cerimónia contou com a presença da presidente da Câmara de Abrantes e do vereador da Cultura, Maria do Céu Albuquerque e Luís Correia Dias, respetivamente, e com um momento cultural musicado ao vivo pelo artista António Colaço que proclamou “Por Abrantes, Quantos Antes”.

ga5

Maria do Céu Albuquerque destacou na sua intervenção o momento “particularmente feliz” da inauguração de uma mostra que abarca trabalhos de 35 artistas: “Abrantes é uma cidade criativa e tem pessoas que sempre quiseram fazer diferente”, afirmou, tendo aproveitado a oportunidade para arrancar uma sentida salva de palmas ao sublinhar o trabalho desenvolvido nos últimos 20 anos por Paula Dias, ela também uma artista e responsável pela Galeria Municipal.

ga2

Para a Câmara de Abrantes, organizadora da iniciativa, esta mostra histórica “é o reconhecimento aos autores e à sua arte, e relativamente aos vários movimentos artísticos portugueses”, tendo lembrado que “é também o desígnio que esteve na origem da criação da Galeria Municipal de Arte há 20 anos, enquanto desafio da apropriação desta nova geografia da Arte em Abrantes”, desde agosto de 2013.

Horário das visitas: Entre terça-feira e sábado, inclusive, 10:00-12:30 e das 14:00-19:00.

ga6

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome