Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Família junta-se às buscas de Tomás Alcaravela, desaparecido na República Checa

Tomás Alcaravela, jovem abrantino de 20 anos, encontra-se desaparecido desde a madrugada de sábado, dia 6 de novembro, na República Checa, confirmou o mediotejo.net junto da família deste aluno de Medicina, que se encontra a estudar na cidade de Pilsen, naquele país. A mãe, o pai e o tio partiram já para a República Checa para se juntarem aos grupos de busca.

- Publicidade -

Tomás Alcaravela é filho do médico cardiologista abrantino Jorge Alcaravela e neto de Silvino Alcaravela, que foi administrador do Hospital de Abrantes.

A notícia do desaparecimento foi partilhada pela ISMAP – Associação de Estudantes que representa alunos estrangeiros que estudam na faculdade de Medicina da Universidade de Charles, em Pilsen, que organiza esta tarde uma missão de busca do aluno, a partir do último ponto onde as autoridades detetaram o sinal do seu telemóvel.

- Publicidade -

Na publicação refere-se que Tomás foi visto pela última vez às 5h00 da madrugada de sábado, no seu apartamento em Puškinova.

A mesma publicação informa que o seu desaparecimento foi comunicado às autoridades e que a polícia já distribuiu fotos e procurou em todos os bares, além de estar a realizar buscas de helicóptero.

Refere-se ainda que ontem, dia 7, a policia detetou três sinais de localização do telemóvel de Tiago perto da praça da cidade, e que terá sido uma tentativa de contacto da mãe.

O jovem foi procurado em todos os hospitais da zona, mas sem sucesso.

Fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros português afirmou à Lusa que “tem conhecimento dos factos relacionados com o desaparecimento de um cidadão português estudante na República Checa”.

A mesma fonte disse ainda que “através da Embaixada em Praga e do Gabinete de Emergência Consular, estamos em contacto com a respetiva família”.

E acrescentou: “Acompanhamos também todas as diligências que as autoridades policiais checas estão a realizar para identificar o paradeiro desse cidadão”.

Na última vez em que foi visto, o jovem abrantino usava uma t-shirt azul escura, calças de ganga e ténis pretos.

 

C/Lusa

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome