Abrantes | Executivo defende que nova ponte sobre o Tejo terá de ser “onde está projetada há muitos anos”

Os vereadores da Câmara Municipal de Abrantes Rui Santos (PSD) e Armindo Silveira (BE) congratularam a inclusão de uma nova travessia sobre o Tejo no Programa Nacional de Investimentos 2030. Ambos defendem que a ponte deve ser construída “onde está projetada há muitos anos”, referindo a existência de estudos já feitos nesse sentido.  Uma posição que está em sintonia com a declarada por Manuel Jorge Valamatos (PS), presidente da Câmara, que já havia afirmado que a sua localização está perfeitamente definida no Plano Rodoviário Nacional (PRN), ligando as duas margens do rio entre a zona de Abrançalha e Tramagal.

O assunto foi inicialmente trazido a reunião de Câmara pelo presidente do Município, Manuel Jorge Valamatos (PS), que deu conta da notícia de que o Programa Nacional de Investimentos (PNI) 2030 prevê a construção de uma ligação rodoviária da A23 ao IC9 e IC13, incluindo uma nova ponte sobre Rio Tejo.

“Esta semana saiu uma notícia que nos deixa otimistas em relação ao futuro. É uma situação de extrema importância para a região que é aparecer no Plano Nacional de Investimentos a nova travessia da ponte mas, fundamentalmente, a ideia da conclusão do IC9”, referiu o presidente de Câmara.

PUB

“Esta é de facto uma matéria de grande sensibilidade, (…) aparecer neste PNI esta concretização da conclusão do IC9 é para nós uma notícia de extrema satisfação e desejamos que passe para a ação e que daqui a uns dias possamos estar em obra, que era aquilo que todos nós desejávamos para o futuro da nossa região”, acrescentou Manuel Jorge Valamatos, sublinhando que “existe um conjunto enorme de razões para acreditar que este projeto irá avançar”.

Recorde-se que o presidente do Município de Abrantes tinha já congratulado a inclusão do IC9 e da nova ponte sobre o Tejo no âmbito do Plano Nacional de Investimentos (PNI), em declarações ao mediotejo.net.

A este respeito, em reunião de Câmara a 27 de outubro, o vereador do Bloco de Esquerda Armindo Silveira referiu que é “com agrado que mais uma vez veio inserido num plano nacional o IC9”. O vereador relembrou também que “já em 2000 a ponte estava inserida no Plano Rodoviário Nacional e esperamos que seja desta vez e que ela seja construída no traçado que já tem estudo de impacte ambiental”, ao invés de ser construída noutro local.

Rui Santos, vereador do PSD, e Armindo Silveira, vereador do BE. Foto: mediotejo.net

Recorde-se que o documento referente à nova travessia sobre o rio Tejo não especifica se a localização na margem sul será em Tramagal (Abrantes), como os estudos prévios realizados preconizam, ou se poderá ser em Constância, na zona de Santa Margarida.

Armindo Silveira referiu também que “por princípio” será em Abrantes a nova travessia, tendo em conta “os estudos que já foram feitos”, não obstante a sua possível revisão. Da mesma visão partilha o vereador do PSD, Rui Santos, que reiterou em reunião de Câmara que a ponte “terá de ser onde está projetada há muitos anos, até porque existem já estudos feitos, claro que terão de ser reavaliados”.

Rui Santos referiu as declarações do presidente da Câmara Municipal de Constância a este respeito – onde Sérgio Oliveira fala sobre a questão da Mitsubishi como “o principal problema que Abrantes tem” – afirmando que “às vezes o defender a nossa dama com todas as normas armas leva-nos a diminuir um concelho vizinho que é muito maior, em todos os aspetos, do que Constância”.

“Não há qualquer dúvida que, a haver ponte, terá de ser sempre onde ela já estava projetada”, concluiu Rui Santos.

O presidente da Câmara de Abrantes também já havia manifestado a sua satisfação com a inclusão do IC9 e da nova ponte sobre o Tejo projetada para a zona de Tramagal no âmbito do Plano Nacional de Investimentos (PNI), tendo Manuel Jorge Valamatos (PS) afirmado que a sua localização está perfeitamente definida no Plano Rodoviário Nacional (PRN), ligando as duas margens do rio entre a zona de Abrançalha e Tramagal.

Notícia relacionada:

Abrantes | Localização de nova ponte “está perfeitamente definida” – Autarca (C/AUDIO)

PUB
Ana Rita Cristóvão
Quando era pequena, passava os dias no campo a fazer de conta que apresentava o telejornal. Rumou à capital para se formar em Jornalismo e foi aí que se apaixonou pela rádio. Gosta de abraços e passa horas a ouvir as histórias dos mais antigos. É fã de chocolate, caminhadas sem destino e praias fluviais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).