- Publicidade -

Sábado, Dezembro 4, 2021
- Publicidade -

Abrantes | Estádio Municipal acolhe campeonato regional absoluto de atletismo (c/áudio)

Com cerca de 150 atletas em representação de duas dezenas de clubes, a pista de atletismo do Estádio Municipal de Abrantes vai receber este fim de semana o Campeonato Regional Absoluto em atletismo, uma organização da Associação de Atletismo de Santarém (AAS) em parceria com a edilidade abrantina.

- Publicidade -

A prova, destinada aos escalões de juvenis, juniores, seniores e veteranos, tem as inscrições esgotadas, tendo em conta os limites definidos pela Direção Geral da Saúde. O evento vai definir quem consegue os mínimos para os campeonatos nacionais assim como os campeões distritais das respetivas especialidades, disse ao mediotejo.net o presidente da direção da AAS, Eduardo Gonçalves.

ÁUDIO: EDUARDO GONÇALVES, PRESIDENTE ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO:

- Publicidade -

“Temos quase todos os clubes do distrito representados e em algumas provas tivemos mesmo de rejeitar algumas inscrições devido ao elevado número de participantes”, disse ao mediotejo.net Eduardo Gonçalves, presidente de uma Associação de Atletismo que conta com 22 clubes filiados e 756 atletas federados.

As inscrições, lembrou, são limitadas, devido à pandemia, e a competição vai decorrer no cumprimento de todas as regras de segurança relativas à covid-19, de modo a não ultrapassar o número de atletas validado pelas autoridades de saúde.

 

O Campeonato de Absolutos de Abrantes vai decorrer durante a tarde de sábado e a manhã de domingo, sem a presença de público. 

No fim de semana de 12 e 13 de junho, decorrerá o campeonato distrital sub-18, também em Abrantes, seguindo-se o Torneio Olímpico Jovem, em Fátima, a 19 e 20 de junho. A época culmina no primeiro fim de semana de julho com o Campeonato Regional de Iniciados, a disputar-se em Abrantes.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome