Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quinta-feira, Setembro 16, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Escuteiros retiram mais de 200 kg de lixo da margem sul do Rio Tejo

Os escuteiros do Agrupamento 697, de Rossio ao Sul do Tejo, retiraram no sábado, 16 de novembro, mais de duas centenas de quilos de lixo da margem sul do Rio Tejo, numa iniciativa que decorreu durante a manhã e integrada num projeto nacional denominado “Mês do Mar”, organizado em parceria com o Oceanário de Lisboa.

- Publicidade -

A iniciativa apresentava como objetivo o mostrar que os jovens estão prontos para deixar o mundo melhor, ao mesmo tempo que a atividade pretendia assinalar os 41 anos da primeira limpeza de praias dinamizada pelo Corpo Nacional de Escutas.

O projeto “Mês do Mar” está dividido em duas partes. Na primeira, os escuteiros vão limpar as margens de rios e praias por todo o país, em ações que vão ocorrer entre os dias 9 e 24 do mês de novembro, e, numa segunda parte, haverá lugar a uma ação de formação, no Oceanário, para dirigentes e caminheiros/companheiros sobre a atual crise climática.

- Publicidade -

Foi neste contexto que os escuteiros do Rossio ao Sul do Tejo fizeram a limpeza da margem do Tejo. Esta recolha de lixo nos rios é a primeira forma de combater o lixo que acaba no mar. Os números são assustadores. A National Geographic estima que existam 5.2 triliões de pedaços de plástico no oceano.

O chefe José Rodrigues, responsável pela Secretaria Nacional para o Ambiente e Sustentabilidade, afirmou que se espera com esta atividade “impulsionar uma onda de mudança de comportamentos e agir localmente”.

Os escuteiros do Agrupamento 697, de Rossio ao Sul do Tejo, retiraram no sábado, 16 de novembro, mais de duas centenas de quilos de lixo da margem sul do Rio Tejo. Foto: Agrupamento 697

Na manhã de sábado, desde os mais pequeninos até aos mais velhos, todos ajudaram. O lixo recolhido foi depois separado e colocado nos ecopontos devidos. No total foram recolhidos mais de 200 quilos de lixo. A atividade terminou com a exposição de um educador de Plasticologia Marinha do Oceanário de Lisboa.

*Filipa Neto

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome